Meio Bit » Baú » Games » Nintendo reclama de pirataria no Brasil

Nintendo reclama de pirataria no Brasil

26/02/2009 às 11:34

É comum, nós gamers, reclamarmos quando uma empresa vira as costas para nosso país. Muitos fatores podem influenciar nessa decisão, sendo os principais as altas cargas tributárias e o uso indiscriminado de produtos piratas. A Nintendo que não é boba nem nada e quer ver a sua conta bancária aumentando cada vez mais, tratou de enviar uma carta ao governo dos Estados Unidos onde lista alguns dos principais países que são reduto de jogos falsificados e adivinhe, o Brasil está nela.

Figurando ao lado de México, Espanha, China, Coréia e Paraguai, a terra de ninguém do samba e futebol também teve um espaço dedicado unicamente para ela, onde podemos ler a seguinte afirmação:

As atitudes federais contra a pirataria no Brasil não diminuíram o problema e o esforço local contra a pirataria é fraco. Os esforços para diminuir a pirataria é virtualmente inexistentes. A alfandega e os agentes responsáveis pelas fronteiras foram incapazes de interceptar um único carregamento de produtos da Nintendo no Brasil em 2008. A pirataria pela internet está crescendo, sem nenhuma infraestrutura para responder a ameaça aos detentores dos direitos autorais. A alta tarifa e impostos criam uma barreira de mercado para os jogos originais.

Eu acredito que esteja você de qual lado for nessa guerra, dificilmente discordará da opinião emitida pela BigN. Achei muito interessante eles terem citado o problema dos impostos e só lamento todos enxergarem a situação, menos os responsáveis, ou seja, nossos políticos. Mas não tem problema, ano que vem teremos outra eleição e as mesmas pessoas se perpetuarão no poder.

dori_nin_25.02.09

[via Joystiq]

relacionados


Comentários