Meio Bit » Arquivos » Indústria » Nokia e Adobe: Fundo de US$ 10 milhões para o Open Screen Project

Nokia e Adobe: Fundo de US$ 10 milhões para o Open Screen Project

23/02/2009 às 23:58

A Adobe e Nokia anunciaram um fundo de inovação tecnológica para auxiliar o desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis usando o Adobe Flash. A Nokia irá fornecer também a divulgação, avaliação e comercialização dos softwares através da sua loja, Ovi. Quem quiser participar do programa, terá todos os direitos sobre sua criação garantidos, sendo que a Nokia e Adobe reservam o direito de promoção, divulgação e marketing.

O tipo de aplicativo que as duas empresas estão procurando são: entretenimento, negócios, redes sociais, produtividade, games, viagens, multimídia, saúde, financeiro, tempo, esportes, notícias, educação. Obviamente, o foco dos aplicativos deve ser o Adobe Flash, Air e rodar em aprelhos da Nokia. Se você tem uma boa idéia (sabe aquele projeto final promissor que nunca decolou por falta de grana?) e quer tentar um apoio financeiro, preencha esse formulário.

publishing_to_ovi

A apoio financeiro é apenas mais um estímulo do Open Screen Project, uma iniciativa que envolve pelo menos 20 empresas para criar um ambiente unificado de desenvolvimento para aplicações e conteúdo. Isso é tudo que a Sun queria, mas jamais conseguiu unificar, de fato, a babel de opções de kits de desenvolvimento de cada fabricante. Um amigo especialista em J2ME disse que a culpa nem era da Sun, mas dos próprios fabricantes, que não implementavam máquinas virtuais totalmente compatíveis e algumas funcionalidades existiam em alguns aparelhos, em outros, não.

Com o Flash, isso não ocorreu e hoje, na era dos smartphones, ele fornece um ambiente de desenvolvimento com gráficos vetoriais, javascript, capaz de se comunicar externamente com APIs via XML, tem algumas ferramentas decentes e conta com uma base instalada de centenas de milhões de aparelhos.

A Nokia também ajudará com o seu fórum de desenvolvedores e apoio técnico. Existem alguns guidelines a serem seguidos, como aplicativos voltados para a plataforma S60 ou 40. Você encontra as instruções, aqui. Leia a parte que um protótipo é a melhor forma de “vender” o seu peixe. Slides, telas estáticas, etc. Lembre-se que não basta ter competência técnica, você deve provar que possui um diferencial e conquistar os analistas das duas empresas.

Eu gostei bastante da iniciativa. Existe uma verdadeira legião de pequenos desenvolvedores, com boas ideias e conhecimento para implementar e convenhamos, Flash é uma plataforma barata de se desenvolver e aprender. Essencialmente é JavaScript e a Nokia investe bastante em outra linguagem, o Python, a linguagem dinâmica predileta do Google e – pasmem – Microsoft.

Fonte: Dr. Dobbs Journal

relacionados


Comentários