Meio Bit » Baú » Ciência » Não perca neste domingo o Total Eclipse of the Heart, digo, Moon

Não perca neste domingo o Total Eclipse of the Heart, digo, Moon

Você sabe onde estará dia 27/7/2018? Nem eu, então melhor se preparar para ver o eclipse total da Lua deste domingo, 27/9/2015. Será visível no Brasil inteiro, e um belo espetáculo. Clique e veja quando e como!

27/09/2015 às 0:02

elliott_and_et_in_front_of_the_moon

Eclipses são sempre fenômenos legais, principalmente se você não fizer parte dos medievais que ficam apavorados com os horrores que o astrólogo preferido falou que o eclipse anunciaria. Como sempre tempos a Terra entrando na frente do Sol, projetando sua sombra na Lua, e a obscurecendo por algum tempo.

Lembra quando falamos que os modelos do sistema solar são todos errados? Um dos casos onde erram é ao mostrar todos os planetas no mesmo plano. Na verdade eles estão em “alturas” diferentes, as órbitas são inclinadas em relação a um plano imaginário fixado no centro de massa do sistema solar. Alguns são menos, como a Terra, com inclinação de 1,57°; outros são mais, Mercúrio tem inclinação de 6,34°. Plutão, planeta fosse teria inclinação de 17,14°.

450px-Hamner_Articles_Moon_orbital_mechanics05

Se a Terra, o Sol e a Lua tivessem inclinação zero, teríamos eclipses totais todos os meses, e sempre nas mesmas latitudes, mas como esses valores não são zero, os locais e datas variam. Domingo teremos o último eclipse total da Lua totalmente visível da América do Sul até 27/7/2018.

eclipsedomal

Por volta de 22 h 17 min (Horário de Brasília) você verá a sombra da Terra começar a cobrir a Lua, que estará bem alta no céu, ao Norte. Por volta de 23 h 18 min o Eclipse atingirá sua totalidade. Você pode usar óculos de proteção ou uma chama de radiografia para observar o eclipse, mas isso seria idiota, não há risco nenhum.

A Lua como sempre não desaparecerá, a luz do Sol atingindo o outro lado da Terra refletirá na atmosfera, os comprimentos de onda mais altos serão dispersados, sobrando a luz mais avermelhada, que atingirá a Luz e será refletida na tradicional Lua Avermelhada, que os esotéricos e outros bocós chamam de Lua de Sangue.

lunar_eclipse_scattering

Esse fenômeno aliás não tem nada a ver com eclipses, acontece todo dia, pelo menos duas vezes. Já reparou que o Sol quando nasce e quando se põe fica avermelhado? É a luz tendo que atravessar mais atmosfera do que quando ele está alto, e a luz vem direto de cima.

bluesky

Prepare sua cerveja, seu equipamento fotográfico e mande ver, depois dessa só em 2018.

Ah sim, também será uma “superlua”, o nome dado a uma Lua Cheia que ocorre no perigeu, quando a Lua está no ponto mais próximo da Terra. Esqueça o hype da mídia, a Lua estará no máximo 10% maior, coisa que é impossível de identificar a olho nu, em um céu sem pontos de referência e comparação.

Convenhamos, veja a Terra e a Lua com tamanho e distância na proporção. 10% faz alguma diferença?

1200px-Earth-moon-to-scale.svg

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários