Meio Bit » Baú » Fotografia » Eduk se rende ao sistema de assinaturas anuais

Eduk se rende ao sistema de assinaturas anuais

A Eduk segue o exemplo da Adobe e libera o seu catalogo de cursos on-line por uma assinatura anual que cabe no seu bolso.

23/09/2015 às 12:23

eduk

O mundo do ensino da fotografia passou por mudanças radicais nos últimos 15 anos. Antes não existiam bons livros nacionais, cursos ou congressos estavam apenas nas grandes capitais, e até as revistas não chegavam a todos os cantos do território nacional. Com a fotografia digital isso foi mudando e grandes editoras inundaram o mercado com ótimas publicações (em papel de qualidade) e depois descobriram as vídeo aulas em DVD, uma forma de difusão de conhecimento bem mais barata do que imprimir livros. Os cursos e workshops se espalharam pelo Brasil também para suprir uma quantidade cada vez maior de pessoas querendo aprender. Logo criou se toda uma indústria em torno do ensino de fotografia.

A última peça nessa engrenagem surgiu recentemente. Os cursos online de fotografia. A receita é simples: o curso é transmitido ao vivo de forma gratuita (geralmente durante a semana) e você possui a possibilidade de comprar esse curso para rever quando quiser, ter acesso a materiais exclusivos e participar da avaliação que vai dar direito ao certificado. Um dos pioneiros nesse sistema foi a Eduk, empresa que passou por alguns problemas técnicos no começo, o que irritou muita gente, mas que agora possui um dos sistemas mais enxutos do mercado, conseguindo transmitir seus vídeos sem travar até para conexões de internet mais humildes.

Agora aconteceu uma mudança na empresa que certamente vai alegrar o coração de quem quer aprender.

Seguindo os passos da Adobe (que recentemente anunciou um grande aumento de lucro na venda de suas assinaturas), a Eduk vai oferecer o seu catálogo de cursos através de um sistema de assinatura anual. Você paga o pacote de fotografia (12 parcelas de R$ 19,90) e tem acesso a todos os cursos do catálogo da empresa, inclusive os que vão ser lançados futuramente. E o que você leva com isso?

Bem, temos, por exemplo, uma baciada de cursos do Clício Barroso sobre fotografia de beleza, Photoshop para fotógrafos e Lightroom (iniciante e avançado). Temos o Armando Vernaglia Jr com seus cursos de fotometria, composição e gravação de vídeo com DSLR. Temos o Leo Neves com as aulas de flash TTL e strobist. E também a Simone Silvério com os cursos de fotografia de Newborn e Gestante. E esses são apenas alguns destaques.

Alguns cursos que estavam disponíveis antes do sistema de assinaturas desapareceram. Por exemplo, o curso do Duran sobre editorial de nu não está mais lá. Provavelmente os autores não aceitaram a nova forma de remuneração (que deve ter caído um pouco), mas tem muita coisa boa disponível no site. Agora vem a pergunta de 1 milhão de dólares: vale a pena investir em um curso online?

A reposta é sim. É possível aprender, reproduzir tudo o que é ensinado e aprimorar sua técnica fotográfica. A única coisa chata é não poder fazer perguntas ao professor em alguns pontos, mas é uma grande pedida para quem está precisando aprender ou reciclar conhecimentos.

relacionados


Comentários