Meio Bit » Baú » Games » Criador do Oculus Rift diz que um dia a realidade virtual será gratuita

Criador do Oculus Rift diz que um dia a realidade virtual será gratuita

Criador do Oculus Rift afirma que chegará o ponto em que a realidade virtual se tornará gratuita, mas admite que no momento a tecnologia não é tão atraente.

08/09/2015 às 14:30

oculus-rift

Eu já questionei alguma vezes aqui sobre o quão popular a realidade virtual poderá se tornar nos games, pois embora o enorme investimento feito pelo Facebook na compra da Oculus VR sirva como forte indicativo de que dessa vez a coisa realmente engrenará, escuto essa promessa há tantos anos que meu cérebro parece ter criado um dispositivo anti-empolgação.

O curioso é que essa desconfiança parece fazer sentido até para o seu próprio criador, Palmer Luckey, que embora durante uma entrevista tenha chegado a dizer que ela acabará se tornando gratuita, admitiu que no momento os HMDs não são muitos interessantes.

A longo prazo, será impossível parar a realidade virtual,” declarou o fundador da Oculus VR. ”Em algum momento a tecnologia avançará ao ponto em que a RV se tornará gratuita. Eu não espero que todos se interessem pela RV como ela é hoje, o que honestamente é bem caro, um conceito relativamente primitivo se comparado a onde queremos chegar, onde a ficção-científica retrata. Mas é inevitável que ela se torne melhor.

Já sobre aqueles que não acreditam no seu sucesso, Luckey perguntou se essas pessoas já testaram o Rift, afirmando que se a resposta for negativa não é possível ter uma discussão relevante sobre o assunto. Porém, se a resposta for positiva, ele acredita que será apenas uma questão de tempo até que a pessoa mude de opinião, justamente devido ao aumento da qualidade do produto entregue e a diminuição do preço cobrado por ele.

Para ele, a utilidade dos dispositivos de realidade vão muito além dos games, servindo para assistirmos esporte, sairmos em viagens virtuais, assistirmos filmes ou nos encontrarmos com amigos, o que de fato torna esses aparelhos bastante promissores.

No fundo torço bastante para que Palmer Luckey e os defensores da RV estejam corretos, mas enquanto o Rift e seus concorrentes não invadirem o mercado e provarem que eu realmente preciso de um para ter uma diversão maior, continuarei achando que os HMDs são tão necessários quanto uma TV 3D, ou seja...

Fonte: Videogamer.

relacionados


Comentários