Meio Bit » Baú » Indústria » Com o Quantum Go, a Positivo quer vender muitos smartphones online

Com o Quantum Go, a Positivo quer vender muitos smartphones online

A Quantum (empresa do grupo Positivo) apresentou ontem em SP seu primeiro smartphone, o Quantum Go, que oferece um bom hardware por um preço acessível (a partir de R$ 699). Saiba tudo sobre o aparelho no MB.

03/09/2015 às 22:23

quantum_positivo_1

Cupom de Desconto Quantum

Estive em São Paulo para conhecer o Quantum Go, primeiro smartphone da Quantum, uma nova empresa brasileira, que quer competir nas vendas online de igual para igual com a Xiaomi, oferecendo um bom hardware por um preço bem baixo. O diferencial da Quantum são os 20 quiosques espalhados por várias cidades no Brasil, onde o consumidor poderá conhecer melhor o aparelho.

E como a empresa tem bala na agulha para tal investimento? A Quantum é uma empresa da Positivo, mas o conceito da marca Quantum e do smartphone Go não foram criados na empresa. Um trio de empreendedores (dois funcionários e um ex-funcionário) apresentou o projeto inicial para o presidente da Positivo, que gostou das possibilidades e resolveu bancar o negócio. Todo o processo levou menos de 10 meses da apresentação até o lançamento ontem.

Mas qual é o conceito da Quantum? É o mesmo que outras empresas como a Motorola, a Asus e a já citada Xiaomi fazem muito bem, entregar um hardware de qualidade por um preço justo. O design é bem fino, com bordas arredondadas, e é meio OEM, meio original: segundo os sócios da empresa, ele foi adaptado para ficar do jeito que eles queriam, mas não foi criado do zero (o que aliás não daria nem tempo), ou seja, a Quantum teve participação no acabamento final do smartphone, mas ele já tinha uma base bem adiantada quando eles se envolveram.

Ainda preciso testar com mais calma o Quantum GO, mas minhas impressões iniciais são de um smartphone muito leve e compacto (6,5 mm de espessura e 115 gramas), mas bem rápido. Com processador octa-core da MediaTek e 2 GB de RAM, tem um desempenho interessante. A tela de 5 polegadas não tem uma ótima resolução, mas para muita gente, isto não faz a menor diferença. A bateria tem 2.300 mAh, e acredito que deva ter uma boa duração, considerando a tela.

Com 13 megapixels e lente com abertura f/2,0; a câmera também é vendida como um destaque do aparelho, assim como a câmera frontal, que tem 5 megapixels e angulo de visão de 84º, ou seja, uma boa pra quem gosta de selfies e tem muitos amigos, o que não é o meu caso (na primeira opção).

quantum_positivo_dash-cam

Além de um seguro opcional contra roubos ou quedas, a empresa oferece um acessório curioso que foi feito para ser usado em carros, o Quantum Drive, com suporte para o Quantum Go e um app que fica gravando tudo que acontece na frente do carro. Caso aconteça um acidente, fica tudo gravado, e a gravação é eventualmente sobreposta para não acabar com o espaço do celular. A inspiração são aquelas câmeras malucas de painel de carros na Rússia, que gravam tudo, desde brigas inacreditáveis até meteoros caindo na estrada. A gravação acontece em segundo plano, assim dá pra continuar rodando o Waze. Outro acessório é a capa DuoCase, que pode ser separada em duas partes, com seis combinações de cores.

O aparelho é dual-SIM, e tem slot para cartões micro-SD de até 32 GB. Em breve vou testar melhor o Quantum Go e escrever o review. Todas as vendas são feitas pelo site da Quantum, que diz que o preço tem 8% de desconto para pagamento à vista, ou seja, e a Positivo/Quantum já está se preparando caso o dólar não pare de subir esclarece que o valor é a taxa do cartão de crédito.

relacionados


Comentários