Meio Bit » Arquivos » Internet » Google punirá sites mobile que usam grandes banners de apps

Google punirá sites mobile que usam grandes banners de apps

Finalmente! Google vai descer o sarrafo em sites mobile que bloqueiam o conteúdo para os visitantes com banners irritantes de instalação de apps

02/09/2015 às 9:30

linkedin-ad-app-banner

O LinkedIn, com seu banner gigante é um dos sites que vão entrar na mira do Google

Se você, assim como todo mundo costuma navegar bastante em seu dispositivo mobile já se deparou com essa situação: você entra em um site legal, esperando ler alguma notícia ou artigo e BAM! Um banner gigantesco aparece na tela, cobrindo tudo e enchendo o saco do usuário com “instale no app” ou coisa que o valha. É uma aporrinhação, ninguém gosta disso.

O Google também não gosta. A empresa vem realizando esforços para tornar a navegação mobile mais amistosa, seja comprimindo páginas para ajudar quem tem uma banda não muito boa, seja indicando quais sites ainda usam Flash para que sejam evitados. Agora, os banners chatos entraram na mira.

Ontem, se por um lado Mountain View festejava o lançamento de seu novo logo, por outro o trabalho continua para tornar a navegação mobile mais amigável e produtiva. E o Google entendeu que não pode, sob nenhuma circunstância tolerar sites que abusam da paciência do usuário colocando banners que escondem o conteúdo, enchendo o saco com pedidos de instalações de apps, pedidos de visitas em canais externos (já vi alguns que colocam os banners quando o usuário dirige o mouse para fora da tela, quase implorando para que ele não vá embora), redes sociais e etc.; a prática é mais comum do que parece, muitos sites grandes e mesmo redes a utilizam, como você pode ver na imagem que abre o post.

Só que isso vai acabar. A partir do dia 1º de novembro, os sites que encherem o saco do usuário com banners gigantes, impedindo o consumo imediato do conteúdo de suas páginas serão punidos sendo jogados para baixo no ranking de buscas. Desse modo, se muita gente já deixa de visitar tais páginas justamente por causa das propagandas, em breve os administradores verão as visitas dos sites caírem drasticamente.

A medida não vai afetar sites que utilizam banners civilizados, algo que o Google recomenda os domínios que não se enquadram na nova regra a passarem a usar:

google-banners

Como é hoje e como deverá ser a partir de 01/11

Claro que o Google não está fazendo isso por caridade: é de interesse da empresa manter o usuário na web para que ela possa monetizar a experiência com a exibição de ads, e desestimular a utilização de apps e tornar a navegação via browser mais amigável. Ainda assim é um esforço que vai beneficiar muita gente.

Fonte: Google.

relacionados


Comentários