Meio Bit » Arquivos » Mobile » T-Mobile vai punir quem usar mutretas para consumir dados além da franquia

T-Mobile vai punir quem usar mutretas para consumir dados além da franquia

John Legere avisa que usuários da T-Mobile usando meios escusos para continuar consumindo dados após estourarem a franquia serão punidos

01/09/2015 às 11:00

john-legere

A T-Mobile, uma das maiores operadoras dos Estados Unidos possui um CEO um tanto curioso. John Legere, figura carismática já deu suas alfinetadas em diversas ocasiões, seja na AT&T por sequestrar os Apple SIMs, seja no CEO da BlackBerry John S. Chen ou na Amazon por pura tiração de sarro.

Só que quando o assunto é trabalho a coisa fica séria. A operadora no caso está passando por problemas com alguns usuários, que estão consumindo mais dados do que seus planos suportam apelando para mutretas e mumunhas diversas. E o executivo mandou o recado que a cobra vai fumar para o lado deles.

A T-Mobile lançou tempos atrás um plano de LTE ilimitado de voz, texto e dados (diferente daqui é sem limites mesmo) pela módica quantia de US$ 50 por mês. O pacote em si é um sucesso, mas há uma pegadinha: tethering (compartilhar a conexão de dados do smartphone com outros dispositivos) não está incluso na oferta. O contrato na página oficial deixa claro — nas letrinhas miúdas do rodapé — que o limite para o recurso é de 7 GB por mês. Acabou, adeus. Sem choro nem vela.

Só que de acordo com a operadora, cerca de 3 mil usuários estão driblando o limite de tethering utilizando aplicativos (que mascaram o compartilhamento exibindo para a operadora que o usuário está navegando), fazendo root em dispositivos e outras maracutaias para esconder seus rastros e continuar utilizando o tethering praticante sem limites. Em conjunto, esse pequeno grupo está consumindo cerca de 2 TB de dados no período, o que em situações normais não deveria acontecer.

E isso deixou Legere um tanto fulo da vida. Em carta aberta o CEO disse que não sabe o que esses usuários estão fazendo com os dados que estão afanando da T-Mobile, e no fundo isso não importa porque esses estão prejudicando a conexão de todos, tornando a rede da T-Mobile mais lenta. O interessante é que a operadora tem como identifica-los e primeiro vai enviar notificações, avisando-os para pararem com a pilantragem. Caso eles não interrompam o que estão fazendo a T-Mobile poderá chutá-los permanentemente do plano ilimitado, jogando-os no pacote básico.

Espertinhos sempre existirão, isso não é novidade e quando sua conexão mobile é melhor que a fixa até entendo os motivos. Só que operadoras não curtem isso; ao menos John Legere preferiu vir a público e avisar antes de descer o sarrafo em quem está afanando seus dados.

Fonte: T-Mobile.

relacionados


Comentários