Meio Bit » Baú » Indústria » Cuba lança incentivos para telefonia celular*

Cuba lança incentivos para telefonia celular*

11/02/2009 às 14:40

Ano passado os ventos da liderdade mais uma vez sopraram em Havana. O Presidente Raul Castro aboliu uma proibição, antes da qual somente estrangeiros ou VIPS podiam ter telefones celulares em Cuba.

Nos primeiros dez dias oito mil cidadãos cubanos adquiriam aparelhos, e agora, para facilitar ainda mais, o Governo Revolucionário –uma verdadeira mãe- cortou pela metade as taxas de inscrição.

Para ter um celular um cubano precisa pagar apenas uma taxa de inscrição no equivalente a três meses de salário de um trabalhador médio, não mais seis meses, como no começo. Isso é progresso!

Hoje a Ilha conta com 480.000 linhas, felizmente todos os esforços para atender os consumidores estão concentrados na ETECSA, Empresa de Telecomunicaciones de Cuba S.A., e não espalhados em diversas empresas-espelho, competindo entre si com preços e serviços, ao invés de pensar no Bem do Povo, como a estatal caribenha.

Os malignos imperialistas americanos resolveram lucrar e para tirar o suado dinheiro dos pobres cubanos, cancelaram o Embargo Econômico para aparelhos celulares, praticamente forçando os residentes a comprar aparelhos de Miami e –o horror- permitindo que cubanos residentes nos EUA enviem celulares para os parentes na Ilha.

Felizmente o Governo Revolucionário está de olho, e para criar responsabilidade no uso dos aparelhos a ETECSA (uma joint venture com a TIM) decidiu cobrar US$2,70/minuto para ligações Cuba-EUA, e US$0,30/minuto para ligações locais.

Com preços assim e um salário médio de US$15,00 um cubano precisa pensar duas vezes antes de gastar seu tempo em atividades subversivas como bater papo ao celular, o que gera uma sociedade mais produtiva e mais alinhada com os ideais revolucionários!

Fonte: Celular News

*sim, foi proposital

relacionados


Comentários