Meio Bit » Baú » Filmes e séries » Fear The Walking Dead é série com melhor estreia da história

Fear The Walking Dead é série com melhor estreia da história

Fear The Walking Dead estreia e estipula um novo (e impressionante) recorde de uma nova série na TV a cabo dos Estados Unidos.

25/08/2015 às 14:30

Fear-The-Walking-Dead

Você pode não gostar da série The Walking Dead, achar que a adaptação não passa de uma novelinha disfarçada de apocalipse zumbi ou que ela descaracterizou completamente aquilo que temos nas revistas, mas uma coisa não há como negar, Robert Kirkman tirou a sorte grande ao permitir que sua criação fosse levada para a TV.

Após ter permitido que um público muito maior conhecesse a saga de Rick Grimes e cia, a franquia chegou ao mundo dos games (com sucessos e fracassos) e acreditando que a marca poderia ser ainda mais explorada, a AMC encomendou outra série, um spin-off que se passaria no mesmo universo da original, mas com novos personagens e sua história acontecendo em outro local.

Apesar de algumas pessoas estarem apostando que o tema estava batido e que a Fear The Walking Dead não conseguiria sair da sombra da sua irmã mais velha, no último domingo (23) o primeiro episódio foi ao ar e a impressão deixada é de que os envolvidos estão com mais um megassucesso nas mãos.

Com um total de 10,1 milhões de espectadores, a série bateu o recorde de estreia na TV a cabo nos Estados Unidos, número que é quase o dobro daquele registrado pelo episódio piloto do The Walking Dead, que em 2010 atraiu 5,35 milhões de pessoas e na que época estipulou a melhor marca. O início da nova série também impressiona ao sabermos que o recorde anterior era de 6,88 milhões de espectadores, posto que pertencia à série Better Call Saul.

Tamanho sucesso nos faz pensar onde tudo isso pode parar, mas o certo é que ainda veremos os zumbis de Kirkman vagando por aí por um bom tempo e se por acaso você estiver cansado de ver qualquer coisa relacionada a mortos-vivos, talvez seja uma boa ideia nos próximos anos ficar longe da TV, dos videogames, do cinema, dos quadrinhos, da internet…

Fonte: IGN.

relacionados


Comentários