Meio Bit » Baú » Games » Relembrando: Brave Fencer Musashi

Relembrando: Brave Fencer Musashi

02/02/2009 às 10:08

Além de popularizar os jogos em três dimensões, uma das principais características do primeiro Playstation era ter ótimos RPGs. Final Fantasies, Xenogear, Grandia, as opções eram muitas e variadas, mas em se tratando de RPG de ação, Brave Fencer Musashi pode ser considerado um dos melhores. O jogo do pequeno samurai divertiu muita gente e infelizmente o mesmo é pouco lembrado.

dori_bfm_01.09

Com uma jogabilidade bastante diferente dos outros jogos do gênero, o título ilustrado pelo gênio Tetsuya Nomura, mesmo diretor da animação Final Fantasy VII Advent Children e com designe do igualmente brilhante Hironobu Sakaguchi, Brave Fencer Musashi era basicamente um jogo de ação/aventura com elementos de RPGs.

No jogo você assumia o controle de Musashi, o espírito de um antigo guerreiro que havia libertado o Reino de Allucaneet de um terrível monstro e foi invocado para dar cabo de um terrível feiticeiro. Saiba que o personagem foi vagamente inspirado no lendário Miyamoto Musashi, um dos homens mais perigosos com uma espada na mão e que já pisaram na Terra.

Musashi valia-se de duas espadas mágicas para avançar em sua aventura e ao longo dela deveria resolver diversos quebra-cabeças. A característica mais interessante do jogo era que o personagem podia roubar as habilidades dos inimigos, podendo assim ficar mais forte, mais rápido ou simplesmente tendo os requisitos necessários para avançar nas fases. A parte técnica era muito boa, com ótimos gráficos, trilha sonora a altura e uma jogabilidade diversificada e viciante.

Com muitas semelhanças, é quase impossível jogar Brave Fencer Musashi e não lembrar da série Zelda. Embora a comparação seja um pouco injusta, é triste saber que o jogo acabou caindo no esquecimento com o passar dos anos. Mesmo com uma sequência tendo sido lançada para o Playstation 2, não são muitos jogadores que conhecem esta ótima série.

relacionados


Comentários