Meio Bit » Baú » Áudio e vídeo » Neil Young retira músicas do streaming mas não por piti

Neil Young retira músicas do streaming mas não por piti

Neil Young chutou o pau da barraca e está tirando suas músicas dos serviços de streaming, mas não foi na onda da Taylor Swift, o buraco dele é mais embaixo. Ele acha que a qualidade musical dos serviços de streaming é um lixo e os fãs merecem coisa melhor…

17/07/2015 às 15:31

neil-young-divulga-video-de-cover

Neil Young é um dos dinossauros do rock, daqueles que existiam antes de Marvin Berry dar a seu primo a dica daquele som novo que ele estava procurando. Teve seus altos e baixos mas sempre foi responsável por fazer Música Boa™.

Agora ele chutou o pau da barraca, bloqueou a execução de seu álbum Heart of Gold dos serviços de streaming e está removendo as músicas antigas. Só que não é desespero por atenção como o Prince ou ganância pura, como a Taylor Swift.

Em um post de Facebook ele detonou os serviços de streaming. Foi honesto o bastante para dizer que não foi por dinheiro, mas que também não ajuda.

Não é por dinheiro — embora minha parte tenha sido dramaticamente reduzida por acordos feitos sem o meu consentimento.”

A grande questão é qualidade de áudio.

Não preciso ter minha música desvalorizada pela pior qualidade na história da transmissão ou qualquer outra forma de distribuição. Não me sinto correto permitindo que isso seja vendido aos meus fãs, é ruim para minha música.”

Em outro post ele foi mais enfático ainda:

“Eu estava lá.

Rádio AM chutou a bunda do streaming.

Cassetes analógicos e cartuchos de 8 pistas também chutaram a bunda do streaming.

Streaming é um lixo, streaming é o pior áuido da história.

Se você quiser, você tem, ele está aqui pra ficar.

Sua escolha.

Copie minhas músicas se for preciso. É de graça.

Toda a minha música, o trabalho da minha vida, é o que estou preservando do jeito que eu quero que seja.

Já começou. Minha música está sendo removida dos serviços de streaming, não são bons o bastante para vender ou alugar.

Tornem o som do streaming bom, e eu voltarei.”

Neil Young preza qualidade de áudio o suficiente para investir na criação de um player de alta qualidade, o Pono. Ele deixou claro, se preocupa menos com gente baixando de graça suas músicas do que gente ouvindo com qualidade ruim.

Eu entendo e sou solidário, mas confesso que meu ouvido é um lixo, nunca diferenciei qualidade entre MP3, CD, LP, na verdade acho CD melhor, não tem chiados como nos discos. Neste momento estou ouvindo o Greatest Hits do Neil Young do YouTube, para desespero dele.

Fonte: Uproxx.

relacionados


Comentários