Meio Bit » Baú » Games » 1979 Revolution, o game sobre a Revolução Islâmica do Irã

1979 Revolution, o game sobre a Revolução Islâmica do Irã

1979 Revolution, game episódico desenvolvido por talentos de Hollywood e da Rockstar contará a história por trás da violenta Revolução Islâmica do Irã

16/07/2015 às 16:00

1979-revolution

Uma verdade chata: existem poucos games e estúdios na indústria que fujam do eixo América do Norte/Europa Ocidental/Japão. Mesmo o cenário brasileiro, que cresce, floresce e já gerou filhotes de renome, desde o elogiado, porém mal-acabado Toren (joguei no PS4, concordo com tudo que o Dori disse e digo mais, a versão de console é lotada de bugs e serrilhados) aos lançamentos as Behold Studios é visto como ponto fora da curva.

Só que de vez em quando aparece uma grata surpresa, nos lembrando que existem sim boas ideias em desenvolvimento em outras partes do mundo. Uma dessas é 1979 Revolution, game que está sendo desenvolvido pela Ink Stories e que acaba de ser aprovado pela comunidade no Steam Greenlight.

O game aborda uma fase da história mundial que muito raramente aparece nos livros de história: a Revolução Islâmica iraniana de 1979, quando um levante popular arquitetado por lideranças da autoridade muçulmana (entre eles o mais conhecido era o aiatolá Ruhollah Khomeini, posteriormente líder supremo do país) mobilizou o país e levou à deposição do xá Reza Pahlavi e à instituição de uma república islâmica teocrática.

A Ink Stories, estúdio criado pelo ex-Rockstar Games Navid Khonsari (que trabalhou em títulos como GTA III, The Warriors e Red Dead Revolver; ao sair ele participou do desenvolvimento de Homefront e Alan Wake) conseguiu reunir um elenco respeitável para o game, que seguirá o formato adventure já consagrado pela Telltale em títulos como The Walking Dead, The Wolf Among Us e The Game of Thrones: Navid Negabhan (o Abu Nazir de Homeland), Farshad Farahat (Argo), Omid Abtahi (Jogos Vorazes e Argo), Mozhan Marnò (Ayla Sayyad em House of Cards), entre outros.

1979 Revolution será distribuído em episódios, e o primeiro deles (que cobrirá a fatídica Sexta-Feira Negra) tem previsão de lançamento para o outono do hemisfério norte. Não há informações sobre se o título chegará aos consoles, mas dada a excelente recepção por parte do público eu diria que é bem possível, este é um game que eu gostaria de testar.

Fonte: Steam.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários