Meio Bit » Baú » Fotografia » Celulares não são ferramenta jornalística?

Celulares não são ferramenta jornalística?

Jornalistas portando smartphones são impedidos de fazer a foto oficial do primeiro-ministro canadense nesta segunda-feira. Telefone não seria considerado uma ferramenta jornalística.

07/07/2015 às 20:07

fotógrafo

Você já foi impedido de utilizar sua câmera DSLR em algum local ou situação? Eu já. Em formaturas de amigos fui proibido de fotografar por conta de contrato firmado com a empresa de formaturas que estava registrando o evento. Em um parque no Paraná fui proibido de fotografar, pois era necessário fazer uma requisição à diretoria do parque para fotos profissionais. E existiram outras situações ao longo dos meus 20 anos de fotografia. O que todas essas situações tinham em comum era o tamanho da câmera. Se você tem uma câmera reflex, automaticamente ela é um equipamento profissional e você não pode fotografar, pois serão fotos com fins comerciais. Na maior parte destas situações, câmeras fotográfica compactas ou celulares são totalmente liberados. Sei que parece um pensamento meio estranho, mas na maior parte dos casos as proibições são somente para câmeras grandes.

Por outro lado, temos aquela história que já falamos por aqui dos jornais tradicionais estarem demitindo suas equipes de fotojornalistas e equipando seus repórteres com celulares para registraram as imagens das reportagens. Na cabeça dos donos dos jornais um celular pode substituir anos de experiência em capturas de imagens. Mas, querendo ou não, a fotografia mobile chegou aos meios de comunicação. Mas, o que esses dois parágrafos tem em comum? Bem, eles estão aqui para conversarmos sobre um fato que será uma pequena redenção para aqueles que ainda acreditam na fotografia tradicional em tempos de internet.

O primeiro ministro canadense Stephen Harper e Rachel Notley, premiê de Alberta, tiveram sua primeira reunião oficial nesta segunda feira de manhã. O assunto girou em torno de alterações climáticas, oleodutos e mitigação de inundações. Todo mundo estava de olho no teor do encontro, já que os dois possuem posicionamentos radicalmente contrários. Porém, o que nos interessa é a foto oficial dos dois, que se encontra logo abaixo.

celular_ferramenta_jornalística

Na hora de fazer a foto, um punhado de jornalistas foram barrados na porta do salão. Mesmo quem estava com credencial de imprensa fornecida pela organização do evento não conseguiu entrar. O motivo é que eles estavam armados apenas com telefones celulares para fazer a foto e isso não foi considerado como ferramenta jornalística. Ou seja, só entrou quem tinha a sua boa e velha câmera DSLR. Um motivo de riso (de leve) para quem sempre teve a sua câmera “profissional” proibida de fotografar.

Eu acho isso certo? Não, pois os próprios meios de comunicação estão fazendo essa transição. As assessorias de imprensa precisam se adaptar a essa nova realidade. Mas, pensem comigo. Será que a foto dos dois políticos, nas condições em que foi feita, ficaria tão legal se fosse realizada com a lente grande angular de um iPhone? Eu acho que não.

Fonte: Petapixel.

relacionados


Comentários