Meio Bit » Baú » Games » Escola chinesa contribuiu com US$ 20 mil para campanha do Shenmue 3

Escola chinesa contribuiu com US$ 20 mil para campanha do Shenmue 3

Para conseguir chamar a atenção da mídia, grupo que ensina inglês para crianças chinesas contribuiu com US$ 20 mil para a campanha de financiamento coletivo do Shenmue 3. A atitude é correta?

07/07/2015 às 10:00

shenmue-3

Depois de um início impressionante, a campanha de financiamento coletivo do Shenmue 3 perdeu força e embora o jogo já tenha arrecadado quase 4 milhões e meio de dólares, ainda está muito longe dos 10 milhões desejados por Yu Suzuki.

Até o momento, mais de 51 mil pessoas já contribuíram com a campanha, mas entre elas existe um grupo que tem chamado a atenção da imprensa, não só pelo valor que eles deram, mas por serem responsáveis por uma escola na China.

Conhecidos como V.E.T. Program (Volunteer English Teacher), essas pessoas ensinam inglês para crianças do país que moram em pequenas vilas e orfanatos, e após terem pago US$ 10 mil para jantarem com Suzuki, eles perceberam a repercussão que o caso teve na China e decidiram dar mais US$ 10 mil, para assim terem direito a colocar um dos professores no jogo.

Nós não somos ricos! Esta foi uma decisão difícil,” disse um dos voluntários do programa. “Poderíamos ter dado esses US$ 20 mil direto para a construção da escola e do programa, mas sentimos que esta contribuição levará a mais exposição e apoio do que poderíamos conseguir através de outras mídias.

Para aqueles que não conhecem a escola ainda… vocês podem nos encontrar no Facebook. Nós ensinamos inglês a crianças e jovens para ajudar em suas atividades educacionais e de carreira. Muitas dessas crianças vem de pequenas vilas na área de Guilin e talvez não tenham a oportunidade de aprender em outro lugar.

Agora o plano do pessoal do V.E.T. é convencer Yu Suzuki a fazer com que o professor não seja um personagem agressivo, já que seria isso a que eles teriam direito, mas sim alguém que seja reconhecido pelo seu trabalho duro junto a população do Shenmue III. Além disso, a escola espera ser creditada como um patrocinador especial, com direito a aparição de seu logo e website, ao invés de apenas o nome.

Resta saber como os responsáveis pelo jogo lidarão com a situação, se encararão a contribuição com bons olhos e retribuirão a “gentileza” abrindo uma exceção, ou se encararão a ideia como apenas uma maneira de conseguir publicidade de forma barata, ignorando assim os pedidos.

O fato é que o assunto é um tanto polêmico, mas no fim das contas os caras conseguiram o que queriam.

Fonte: Siliconera.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários