Meio Bit » Baú » Games » Análise: PES 2009

Análise: PES 2009

27/01/2009 às 21:01

A volta de um dos maiores fiascos de 2008 fez por merecer a demora. De volta com a jogabilidade complexa e divertida, somados a novos e importantes aprimoramentos gerais, Pro Evolution Soccer só precisa urgente de um toque gráfico para ele ter o prestígio que tinha na geração anterior. Lançado para Xbox 360, Playstation 3, Playstation 2, PSP e em breve para PC, a versão testada mais a fundo foi a de Xbox 360, idêntica a versão de PS3 e PC. Pena que a Konami/Microsoft não lançaram o controle verde com o direcional especial que tem 16 direções ao contrário do de 8 direções como é normalmente...

spencer_pes_28.01.09_05

2009, um retorno quase bem sucedido

Em 2008 a Konami lançou um Pro Evolution Soccer digno de ser esquecido. Péssimo frame-rate on/off-line, lag, diversos probleminhas on-line. Um jogo rápido e cheio de falhas gerais e de controle. Os erros do passado foram revistos pela Konami e felizmente a versão 2009 vem com grande parte dessas falhas corrigidas e muita coisa melhorada. Pro Evolution Soccer está bem completo com seus diversos modos de jogo, e a novidade que se destaca é o modo Rumo ao Estrelato, onde você cria um jogador (que pode muito bem ser você) e seu objetivo é transformá-lo em uma estrela do futebol ao lado de Kaká, Ronaldinho Gaúcho dentre outros.

Estamos tratando de um excelente jogo aqui? Sim, se você não liga para gráficos. O Pro Evolution Soccer 2009 volta a ter aquele gostinho de Winning Eleven das antigas, o problema é saber se isso é o suficiente. É? A Konami está evoluindo bem devagar a franquia, apesar que se comparar PES 2008 com a versão 2009 a mudança é gigantesca! Mas sempre vemos o Fifa da rival Electronic Arts evoluir muito mais forte ano a ano. Graficamente cada vez mais bonito e ainda com a EA focando em melhorar a jogabilidade, admito que a EA está fazendo um excelente trabalho. Fifa 2008 tomou grande parte do espaço que PES conquistou em tantos anos de “batalha futebolística”, pois Fifa chegou a uma jogabilidade respeitável, e para piorar isso ocorreu bem no ano do deslize da japonesa Konami. Para complementar, Fifa possui um esquema on-line muito superior onde jogam juntos 10 pessoas simultâneas, e a partida flui bem mesmo com as conexões limitadas do Brasil, mas então PES é ruim? Não, claro que não... On-line jogam até 4 jogadores, e com um bom jogo redondinho rolando em nossas conexões tupiniquins. O importante é visar que o jogo é muito superior on-line a versão 2008.

Técnicamente falando...

Os gráficos são muito simplórios, quase que como a versão de PS2 em alta-definição. Movimentos muito quadrados e não há aquela ginga como o futebol de verdade demonstra. O Fifa está bem evoluído nesse aspecto, afinal de contas eles capturam os movimentos dos próprios jogadores certo? O que engana em PES, é a câmera longe. Além desses aspectos, os detalhes gráficos parecem ter parado no tempo, nada de firulas visuais de torcida, nem efeitos climáticos realistas. Em questão de frame-rate, o jogo está redondo, nada de slowdowns. Mesmo assim, comparando PES 2009 com as versões 2007 e 2008, o jogo evoluiu muito graficamente, mas ainda parece pouco perto do seu rival Fifa.

O som do jogo parou no tempo. É 5.1? Sim, chega a 5.1, mas é aquilo que vimos no PS2, ou melhor dizendo no antigo XBOX já que era 5.1 também. Poucas mudanças nos gritos de torcida, barulhos de chute e outros sons característicos... tudo bem retrógrado e clássico. Não é ruim, mas é igual.

Os controles respondem maravilhosamente, comparados principalmente a versão 2008; Mas comparado também a versão 2007, que é ainda adorada por muitos. Os dribles, passes e lançamentos funcionam melhores que em qualquer versão de PES ou Winning Eleven. Nisso o Shingo “Seabass” Takatsuka e equipe detonam.

Modos e mais Modos

Como sempre PES tem muitos modos de jogo. Dessa vez a Konami criou alguns modos novos que diferenciam bem o jogo das versões anteriores. Agora com um acordo com a UEFA, o jogo conta também com o modo de jogo Exhibition, Rumo ao Estrelato, Liga Master, Liga Taça, Network (para se jogar em rede local ou on-line), Estrelas e Treinos. Segue a explicação detalhada de cada um dos modos:

UEFA Champions League é uma das mais importantes disputas futebolística de clubes do mundo. Os melhores clubes da Europa jogam entre si para decidirem quem é o melhor. Nesse modo você pode escolher apenas times participantes da UEFA e jogar dentro do modo a competição em si, ou também em exhibition.

Exhibition é o modo de exibição, escolhe-se o time que bem entender contra outro, podem ser jogados um jogador contra a máquina, ou até 4 jogadores em si da forma que quiserem. No modo de exibição pode-se ter partidas “estranhas” como Itália contra Boca Juniors. O modo exibição está disponível dentro do modo UEFA Champions League também, a única diferença é a limitação de times dentro da UEFA.

Rumo ao Estrelato é onde você, ou o jogador que quiser criar, se torna um astro do futebol. Você cria o jogador e coloca ele em um time, no começo ele fica no banco, nos jogos treinos se ele demonstrar aptidão ele pode até ser convocado as partidas até evoluir bastante e chegar a um jogador intermediário. Nos jogos treinos o jogador ganha pontos que podem ser distribuídos pelos atributos disponíveis do jogador, seja astuto e distribua bem esses escassos pontos. Quando o jogador começar a se destacar, outros times ficarão interessados nele e você decide qual a melhor negociação. Nesse modo você joga apenas com o seu jogador, portanto fique bem posicionado em campo e dê sempre o melhor de si.

Liga Master é onde você cria o seu time e faz dele um dos grandes. Você começa com jogadores fracos e lá na última divisão; Dependendo de bons resultados vai ganhando dinheiro para negociar melhores jogadores para o seu time. Não basta ter dinheiro para se comprar o Kaká, é preciso ter infraestrutura como na vida real, não?

Liga Taça são campeonatos menores que a UEFA, alguns reais e outros não. Está disponível também internamente a opção Copa, que não muda muito de um campeonato.

Network são onde as partidas pegam mais fogo. Podem ser disputadas por rede local, ou pela internet, no caso Xbox Live se jogar em um Xbox 360, ou PSN se jogada no Playstation 3.

Estrelas é onde a estrela que você criou no modo Rumo ao Estrelato é botada a prova. Você joga com o seu personagem em partidas on-line cooperativas ou contra amigos (ou não).

Treinos são excelentes áreas para se treinar movimentos, dribles, fintas, cabeceios etc. Parece bobagem, mas PES exige muito treino, se você for novato esse pode ser uma das partes mais importantes do jogo, use e abuse.

veredicto

Pro Evolution Soccer 2009 matou minha sede de se jogar novamente um Winning Eleven clássico, o problema é que isso não é o suficiente. A Konami precisa investir muito mais dinheiro na franquia do que fez até hoje, precisa de gráficos melhores, captura de movimentos de jogadores reais, som com muito mais realismo dentre outros detalhes. O modo Rumo ao Estrelato é fantástico, vicia muito fácil assim como a Liga Master nos viciou anos atrás. Faltam muitos times, principalmente britânicos, mas percebe-se que ano a ano a empresa se preocupa mais com isso.

pros

- Jogabilidade artística, completa e perfeita como sempre deveria ter sido.
- Muitos modos de jogo: De simples competições mundiais, passando por campeonatos importantes como a UEFA, Master League, o divertidíssimo Rumo ao Estrelato e o modo Estrelas que vicia muito.

contras

- Gráficos simples, movimentação muito quadrada e sem detalhes visuais marcantes.
- Nunca jogou PES? Então prepare-se para suar a camisa para tornar-se um jogador respeitável do jogo, principalmente on-line.

spencer_pes_28.01.09_04
spencer_pes_28.01.09 spencer_pes_28.01.09_02 spencer_pes_28.01.09_03

relacionados


Comentários