Meio Bit » Arquivos » Indústria » John S. Chen: “a BlackBerry vai produzir um Android se ele for seguro o bastante”

John S. Chen: “a BlackBerry vai produzir um Android se ele for seguro o bastante”

CEO da BlackBerry não descarta a possibilidade de lançar um smartphone Android no mercado, mas somente se ele atender às exigências de segurança da empresa

25/06/2015 às 13:30

john-chen

John S. Chen, CEO da BlackBerry

Enquanto Apple, Google e Microsoft disputam a preferência do usuário no mercado mobile pouca gente lembra que alguns anos atrás a BlackBerry, ex-RIM foi sinônimo de smartphones. O grande problema da empresa canadense foi ter se agarrado com unhas e dentes ao mote “somos fortes no mercado corporativo” e não ver a água bater no pescoço, porque da bunda já havia passado faz tempo.

Depois de declarações esdrúxulas e decisões controversas para tentar sair do buraco, o atual CEO John S. Chen tem feito de tudo para pôr a BlackBerry nos trilhos, focando mais em soluções empresariais e tratando o mercado mobile como uma alternativa. Isso fez com que a empresa respirasse um pouco, mas mesmo ele não é completamente imune a falar algumas besteiras.

Isso posto muita gente considerou uma tremenda maluquice quando começaram a pulular informes de que a ex-RIM tinha planos de fabricar um smartphone Android. Veja bem, não é como se o BB10 fosse um SO mobile ruim, ele só tem praticamente zero participação de mercado. Ainda assim a BlackBerry tem insistido nele e migrar para o robozinho do Google, se tornando apenas mais uma fabricante de smartphones não parecia algo real.

Isso até Chen dar uma declaração oficial. Mais pé-no-chão que seus antecessores, o CEO sabe que o Android é líder de mercado e dada a atual situação, não dá para dizer “nunca vai acontecer”. Por isso ele deu uma declaração comedida, que não afirma nem nega nada:

Nós só construímos smartphones seguros, e os aparelhos BlackBerry são os mais seguros do mercado. Assim, se formos capazes de fabricar um Android nessas condições iremos fazê-lo.

O fato é que a BlackBerry sempre se gabou de sua posição de excelência no mercado corporativo e de segurança, características que foram passadas para seus smartphones. O notável aqui é que Chen está sim aberto à ideia de um dia a companhia se tornar parceira do Google e passar a fabricar Androids, desde que não somente o aparelho em questão seja seguro, mas que o acordo seja viável e lucrativo para a ex-RIM, que precisa afugentar a crise de qualquer maneira.

Uma coisa é certa, os aparelhos da BlackBerry sempre tiveram um bom hardware e caso venham a rodar Android, é possível que a companhia volte a ganhar dinheiro às custas de sua participação no mercado de SOs mobile, não que ele faça alguma diferença hoje de qualquer forma.

Fonte: CNBC.

relacionados


Comentários