Meio Bit » Baú » Hardware » Previsão (não nossa): SSDs igualarão preço dos HDs no final de 2016

Previsão (não nossa): SSDs igualarão preço dos HDs no final de 2016

Sabe aquele SSD que você está doido pra comprar mas ainda está caro? Boas novas: ele está barateando a cada dia, e ano que vem ele custará tanto quanto um HD, mas quer saber? Não vale a espera. Compre agora, se endivide, bote na conta do Papa, não interessa. SSD é vida.

22/06/2015 às 11:47

IMG_0790

Imagine uma série de discos de vidro com uma cobertura magnética. Eles estão girando a uma velocidade de quinze mil rotações por minuto. Um braço mecânico posiciona uma cabeça de leitura a um micro-pentelhonésimo de milímetro da delicadíssima superfície do disco. Separando os dois somente uma camada de hélio, a turbulência do disco impede que a cabeça encoste nele, causando um acidente catastrófico.

Aí você fecha a tampa do notebook e joga na cama.

HDs são equipamentos aterrorizantes que não deveriam funcionar, e mesmo funcionando deveriam ser instalados dentro de bebês-panda, para evitar qualquer destrato.

Arthur Clarke dizia que uma máquina não pode ter qualquer parte móvel, e no caso dos HDs isso faz sentido. Mesmo que a performance fosse a mesma os SSDs — Discos de Estado Sólido (como se os HDs fossem feitos de goiabada) já valeriam o upgrade.

Só que SSDs são muito melhores, não só pela segurança mas pela performance. Trocar um HD por um SSD é uma experiência religiosa. É o melhor upgrade que alguém pode fazer. Pena que é caro, mas isso está mudando.

Quando surgiram os SSDs custavam US$ 40/GB. No final do ano passado já havia SSDs a US$ 0,35/GB. Uma queda impressionante, mas o custo de HDs está na faixa de US$ 0,03/GB.

Isso tudo é ficção científica se considerarmos isto aqui:

appleprofile

É um Apple ProFile, um harddisk externo compatível com o Apple III, foi lançado em 1981. Armazenava incríveis 5 MB e custava US$ 3.500,00. Em dinheiro de hoje, US$ 9.000,00. O custo/GB era de US$ 700 MIL.

Agora que a tecnologia 3D NAND está chegando ao mercado especialistas estão prevendo tempos tenebrosos para os fabricantes de HDs. Até o final do ano que vem os SSDs atingirão o mesmo preço por gigabyte dos HDs, Quanto a armazenamento, ainda em 2015 teremos discos (o termo não faz sentido, mas agora já era) de 8 TB, e em 2016 chegarão os SSDs de 16 TB.

Enquanto isso os HDs estão chegando no fim de sua evolução, não há muito mais para onde correr. Duvida-se que eles consigam vencer a barreira dos 16 TB, já os SSDs de 30 TB estão previstos para 2018.

Agora o lado bom pra gente: essa queda de preços forçará os fabricantes de HD a despejarem produtos baratos no mercado. Por mais que você tenha um SSD supimpa fazendo o grosso do trabalho, poderá comprar HDs mais em conta pra guardar seus filmes educativos.

Isso claro se a indústria não resolver que está tudo muito barato, e inventar um incêndio em alguma fábrica de SSDs/HDs e empurrar o preço pra cima mais alguns anos.

Fonte: Network Computing.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários