Meio Bit » Arquivos » Games » Michel Ancel deixa desenvolvimento do Beyond Good & Evil 2

Michel Ancel deixa desenvolvimento do Beyond Good & Evil 2

Executivo da Ubisoft revela que Micgel Ancel deixou o desenvolvimento do Beyond Good & Evil 2 e rumor sugere que produção teria sido interrompida, de novo!

17/06/2015 às 8:46

Beyond-Good-Evil-2

Com o anúncio do remake do Final Fantasy VII, do Shenmue 3 e do The Last Guardian, não é de se estranhar que esta E3 esteja sendo apontada por alguns como a melhor já realizada. Porém, ainda existem muitos outros jogos que são aguardados há muito tempo e que não deram as caras, como por exemplo o Beyond Good & Evil 2.

Revelado em 2008, o jogos seria continuação daquele que considero um dos melhores títulos da sexta geração, mas depois de tantos anos e inúmeros problemas, parece que o desenvolvimento da nova aventura de Jade foi suspenso, talvez até cancelado.

Como o game foi totalmente ignorado durante a conferência da Ubisoft na feira, o vice presidente de vendas e marketing, Tony Key, foi questionado sobre o atual estágio da produção e deu a péssima notícia de que Michael Ancel abandonou o cargo de diretor do projeto, estando no momento trabalhando em outras coisas para a empresa francesa.

Para piorar, um repórter do Gamespot disse que, mesmo sem poder confirmar tal informação, ouviu de pessoas da Ubisoft que o BG&E2 foi abandonado, já que a equipe envolvida na sua criação passou a se dedicar ao WiLD, jogo exclusivo para o PlayStation 4 e que será o primeiro lançamento do novo estúdio fundado por Ancel, o Wild Sheep Studio.

Quando foi noticiada a fundação da nova desenvolvedora do game designer, foi dito que ele não deixaria a Ubisoft, mas largar a criação do Beyond Good & Evil 2 indicaria que ao poucos Michel Ancel está se libertando, o que sinceramente não sei se será bom ou ruim.

Tendo sido o responsável pela criação da franquia Rayman, do próprio Beyond Good & Evil da espetacular engine UbiArt Framework, Ancel aparentemente tinha bastante liberdade na editora e se ele eventualmente resolver seguir seu próprio caminho, poderá tomar suas decisões sem uma gigante por trás, mas também será obrigado a lidar com todas as dificuldades que isso traz.

Enfim, o fato é que mais uma E3 está passando e mais uma vez ficamos na vontade de jogar o Beyond Good & Evil 2, título que só não tem causado tanta comoção quanto um Half-Life 3 porque o seu antecessor não se tornou muito popular, infelizmente.

Fonte: Gamerant.

relacionados


Comentários