Meio Bit » Baú » Games » E3 2015 — uma decepção chamada Nintendo

E3 2015 — uma decepção chamada Nintendo

Nintendo faz sua apresentação na E3, mas ao contrário do que vimos no ano passado, dessa vez a empresa deixou a desejar.

16/06/2015 às 16:43

nintendo-e3-2015

Ao contrário do que aconteceu na E3 do ano passado, dessa vez uma palavra pode definir o apresentação realizada pela Nintendo: decepção. Depois de termos visto a Microsoft, a Sony e até a Bethesda sacudirem Los Angeles, a expectativa era de que a BigN no mínimo mantivesse o nível, mas não foi isso o que aconteceu.

Para falar sobre o que foi mostrado durante a pouco menos de uma hora em que a empresa japonesa exibiu suas novidades, vamos dividir o evento em duas partes, começando pelo Wii U e a frustrante demonstração do Star Fox Zero.

Embora tenha boa parte do elementos que marcaram o início da franquia, várias pessoas que assistiram a transmissão ficaram bastante incomodadas com os gráficos do jogo, muito aquém daquilo que já vimos em títulos como o Mario Kart 8 ou para utilizar uma jogo com mundo aberto, o vindouro Xenoblade Chronicles X, que por sinal ganhou data para chegar ao ocidente, 4 de dezembro.

Para os fãs, a esperança é de que essa baixa qualidade visual seja compensada com uma boa jogabilidade e o que pode contribuir para isso é a participação de Shigeru Miyamoto em sua produção, assim como da Platinum Games, informação que só ficamos sabendo hoje.

Nintendo Wii U - Star Fox Zero E3 2015 Trailer

A BigN também aproveitou para revelar uma parceria que poderá lhe render muito, mas muito dinheiro e ela atende pelo nome Skylanders Superchargers. Previsto para chegar ao console em setembro deste ano, a grande sacada é que o jogo receberá dois novos Amiibos — um do Bowser e outro do Donkey Kong, cada um com seus respectivos veículos — e como esses bonequinhos tem vendido horrores, é muito provável que a recepção por parte do público seja excelente.

Ainda houve tempo para els mostrarem um pouco do Yoshi's Woolly World, que será lançado em outubro; de anunciarem o Animal Crossing: Amiibo Festival, que mais parece uma variação do Mario Party e ainda revelarem o Mario Tennis: Ultra Smash, que no final deste ano tem tudo para ser uma ótima adição à biblioteca do Wii U.

Nintendo Wii U - Yoshi’s Woolly World E3 2015 Trailer

Por fim, houve uma grande atenção dada ao Super Mario Maker, jogo que chegará no dia 11 de setembro e por focar na liberdade dos jogadores criarem seus próprios estágios, tem tudo para se tornar um dos títulos mais divertidos do ano e porque não, do próprio console.

Com integração com os Amiibos, que poderão transformar o Mario em seus respectivos personagens e uma enorme quantidade de itens para criarmos as fases, a Nintendo parece realmente dedicada a utilizar este game como a grande forma de celebrar a franquia, que está comemorando seu 30º aniversario e isso ficou claro ao divulgarem um emocionante vídeo que convida as pessoas a enviarem suas homenagens através deste site.

Nintendo - Let's Super Mario!

Já em relação ao 3DS, destaque para o The Legend of Zelda: Triforce Heroes, jogo que parece ter bebido muito da fonte do Four Swords e onde três pessoas terão que agir em conjunto para ultrapassar os desafios propostos durante a aventura, sendo que dessa vez poderemos mudar a roupa do Link para assim o personagem ganhar novas habilidades.

Outra surpresa foi o Metroid Prime Federation Force, mas ao contrário do que os fãs esperavam, trata-se de mais um título cooperativo e que além de aparentemente não ter a Samus Aran como protagonista, até seu visual é bem diferente, pendendo mais para o lado cartunesco.

Nintendo 3DS - Metroid Prime: Federation Force E3 2015 Trailer

Também foram anunciados um novo Animal Crossing, o Happy Home Designer; a vinda para o ocidente do Fire Emblem: Fates e do Yokai Watch, que pode ser descrito como um clone do Pokémon; e ainda o Mario and Luigi: Paper Jam, que como o nome sugere, será uma promissora fusão entre as séries Paper Mario e Mario & Luigi.

Nintendo 3DS - Mario & Luigi: Paper Jam E3 2015 Trailer

Ou seja, apesar de uma boa quantidade de jogos terem sido mostrados, não tivemos um vídeo com a jogabilidade do novo The Legend of Zelda, nenhum Metroid “de verdade” ou mesmo um novo F-Zero. No caso do Wii U a situação parece ainda mais dramática, reforçando uma ideia defendida por muitos de que o aparelhofoi praticamente deixado de lado por sua fabricante.

Pelo menos fica o consolo de que, segundo Shigeru Miyamoto, não precisamos nos preocupar pois o The Legend of Zelda será lançado para o Wii U e de que em breve veremos trechos do jogo, mas não me surpreenderei se acontecer com ele o mesmo que vimos com o The Legend of Zelda: Twilight Princess, que apareceu tanto no GameCube quanto no Wii.

Leia também:

relacionados


Comentários