Meio Bit » Arquivos » Indústria » CEO da Asus menciona possibilidade de adquirir a HTC

CEO da Asus menciona possibilidade de adquirir a HTC

Executivo da Asus menciona possibilidade (remota) da aquisição da HTC, que passa por um momento de crise

12/06/2015 às 13:30

htc-one-m9

Não é de hoje que a situação da HTC não está muito boa. Ela já passou por poucas e boas, desde perder da parceria com a Beats, amargar prejuízo com o HTC First e por fim perder quase metade de seu valor de mercado desde o lançamento do One M9, que além de ter problemas de superaquecimento não está vendendo tanto quanto deveria, o que obrigou a empresa a reduzir a demanda por componentes drasticamente.

A estratégia de se voltar para o mercado intermediário não está dando certo, e muitos especialistas cogitam que a única saída seria a HTC ser comprada por outro grupo. E nesse sentido a Asus demonstra interesse.

Durante entrevista à Reuters, o CFO da Asustek David Chang revelou que o chairman da companhia Johnny Shih demonstrou certo interesse em adquirir a HTC durante a última reunião geral realiza na sexta-feira passada. O comentário teria sido em resposta a questionamentos dos acionistas, mas Shih teria deixado claro que embora haja o desejo as possibilidades de tal negócio se concretizar são baixas. Chang disse o seguinte:

Nosso CEO comentou sobre esse assunto internamente. Ainda assim, as chances de uma aquisição real não são tão grandes pois a Asustek é uma empresa que depende de um crescimento orgânico.

Avaliemos o seguinte: a HTC está numa situação complicada, as projeções anteriores se revelaram conservadoras e principalmente por reduzir sua capacidade de produção, o prejuízo que ela vai amargar no segundo trimestre será bem maior que o esperado. Uma venda para a Asus, que é uma das maiores fabricantes de notebooks e está mandando bem no mercado mobile pode ser uma boa alternativa para sair do atoleiro em que se enfiou, mas resta saber se a aquisição seria interessante para a Asus o suficiente.

Eu só lamento por dois motivos: primeiro, a HTC fabrica aparelhos Android excelentes, o One original e o M8 eram smartphones muito bons. Segundo, o fato da empresa não estar mais presente no Brasil, o que poderia mudar caso ela fosse comprada. Ainda é melhor do que desaparecer, claro.

Fonte: Reuters.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários