Meio Bit » Baú » Mobile » Polícia da Tanzânia dá 350 celulares para albinos (calma que eu explico)

Polícia da Tanzânia dá 350 celulares para albinos (calma que eu explico)

12/01/2009 às 15:59

A história é envolta em barbaridade e selvageria, parece algo saído do Snopes, ou de um filme ruim italiano dos anos 70, mas é a pura verdade. Se no Vaticano o sujeito nascer Albino é quase garantia de emprego como James Bond do Papa, na Tanzânia é uma roubada.

Na cultura local albinos são hora amaldiçoados, hora portadores de poderes mágicos, e - Diretamente do Século XV Antes de Cristo ou algo assim- Feiticeiros locais estão matando Albinos para utilizar pele, ossos e cabelos em poções mágicas.

Dizem que tais poções ajudam a enriquecer quem as toma.

As mortes conseguem ser mais absurdas do que já parecem, um relato fala de um pai que matou seu único filho, albino, para fazer feitiços. Crianças albinas são escoltadas até a escola pela polícia e o Presidente do país patrocinou uma deputada albina para mostrar que "albino também é gente", e não fantasmas, como muita gente lá pensa.

Mulheres idosas de pele branca e olhos vermelhos na Tanzânia são normalmente mortas, há convicção de que são bruxas, o que é uma besteira, basta verificar se elas pesam o mesmo que um pato.

Agora dois empresários locais doaram 350 celulares, que a polícia distribuirá para Albinos e Familiares utilizarem em caso de sequestro ou tentativa de adbução por feiticeiros e capangas. As operadoras doaram os créditos, e outras empresas também estão participando do esforço.

Vejamos se entendi: É com esse continente que o Brasil se orgulha de fazer parcerias tecnológicas?

Fonte: IPP Media

relacionados


Comentários