Meio Bit » Baú » Games » Calma, o PlayStation Vita (ainda) vive!

Calma, o PlayStation Vita (ainda) vive!

Após CEO da Sony classificar o PlayStation Vita como “plataforma de legado”, empresa emite comunicado dizendo que o executivo se referia ao primeiro modelo do videogame e que eles continuam apostando no negócio de portáteis.

28/05/2015 às 10:00

ps-vita

Um dos esportes favoritos de algumas pessoas é criticar duramente o PlayStation Vita, afirmando que o portátil foi um enorme fracasso e que ele não possui jogos, o que particularmente considero uma grande besteira.

Contudo, eu acredito que boa parte da culpa por o aparelho ter adquirido esta imagem é da própria Sony, que há algum tempo vem jogando dúvidas sobre o futuro do Vita no ocidente e que nos últimos dias fez o que muitos acharam ser a pá de cal sobre o videogame.

Durante uma evento para investidores, o CEO da Sony Computer Entertainment, Andrew House, deu uma declaração que caiu como uma bomba sobre o colo daqueles que investiram no portátil, referindo-se ao Vita e ao PlayStation TV como “plataformas de legado” e afirmando que, embora o desempenho desses produtos na Ásia seja bom, no ocidente as vendas deverão cair e por isso a empresa não tinha muitos planos para explorá-los no atual ano fiscal.

Percebendo a péssima repercussão que o comentário teve, um representante da Sony tratou de correr para tentar minimizar a posição do executivo, emitindo o seguinte comunicado:

O que o Andy mencionou como ‘plataforma de legado’ foi sobre eliminar uma parte dos componentes do PS Vita para a primeira geração do PS Vita e ele não quis dizer diretamente sobre os atuais modelos do PS Vita e PS TV, que estão disponíveis no mercado. Nosso negócio de portáteis será continuado e muitos usuários agora estão aproveitando o recurso de remote play do PS4, assim como os jogos originais para PS Vita no PS Vita e no PS TV.

Pois é, embora o comentário tenha sido feito claramente para acalmar os ânimos, o discurso continua sendo de que o Vita pode ser um ótimo controle remoto para o PlayStation 4 e evento após evento, a Sony continua ignorando o seu portátil, postura que provavelmente se repetirá daqui a algumas semanas, quando acontecerá a E3.

O fato é que, a menos que algo muito significativo aconteça até lá, o PlayStation Vita deverá encerrar seu ciclo de vida tendo sido muito menos explorado do que poderia, o que não significa que tenha sido um videogame ruim, apenas que poderia ter sido muito melhor.

Fonte: GamesBeat.

relacionados


Comentários