Meio Bit » Arquivos » Indústria » Angela Ahrendts, da Apple, é a mulher mais bem paga dos Estados Unidos

Angela Ahrendts, da Apple, é a mulher mais bem paga dos Estados Unidos

Quem seria a mulher mais bem paga dos Estados Unidos? Angela Ahrendts, chefe de operações das lojas da Apple, recebeu US$ 82,6 milhões da empresa ano passado.

05/05/2015 às 14:12

Laguna_Angela_Ahrendts_iPhone_6_Launch

Angela Ahrendts cumprimenta funcionários e clientes numa Apple Retail Store durante o lançamento do iPhone 6 (crédito: arquivo pessoal)

O tio Laguna considera o feminismo como uma luta pela igualdade de direitos entre os gêneros. Uma das lutas do movimento feminista é contra a injusta diferença dos salários pagos entre homens e mulheres para um mesmo cargo.

Embora tal situação esteja melhorando na civilização, estima-se que a diferença global entre os salários seja zero somente daqui a 70 anos. Isso segundo a ONU.

No momento, o que temos é algumas empresas de tecnologia conseguindo pagar muito bem seus funcionários, homens e mulheres, com base em seus méritos particulares e expectativas de lucros. Que o diga a chefe de operações das lojas da Apple, Angela Ahrendts.

Laguna_Angela_Ahrendts_perfil

Segundo o Bloomberg, Angela Ahrendts recebeu US$ 82,6 milhões da Apple durante o ano passado. Bom lembrar que ela foi contratada no final de 2013, sendo transferida da Burberry, empresa britânica na qual Angela era CEO.

A bela senhora Ahrendts só assumiu o atual cargo na Apple no início de 2014. E a Maçã ainda pagou, em 2013, 37 milhões de dólares para que ela deixasse Londres e fosse morar em Cupertino.

No cargo de chefe de operações das lojas da Apple, Angela Ahrendts estaria focando em três aspectos: pagamentos mobile (Apple Pay), melhoria na experiência dos consumidores nas lojas físicas da Apple e o mercado chinês. A China já é o segundo maior mercado da empresa, muito próximo dos Estados Unidos em arrecadação.

A segunda executiva mais bem paga em 2014, seria a Safra Catz, que recebeu da Oracle US$ 71,2 milhões como CFO e co-presidente. Logo a seguir temos a Marissa Mayer, que arrecadou 59,1 milhões de dólares como CEO do Yahoo. Fez falta no ranking da Bloomberg a Ginni Rometty, presidente da IBM.

Enfim, bem-vindos à civilização.

Fonte: Business Insider.

relacionados


Comentários