Meio Bit » Baú » Hardware » Tatuagens e cicatrizes no pulso estão bugando o Apple Watch

Tatuagens e cicatrizes no pulso estão bugando o Apple Watch

Será uma tatuagem ou cicatriz no braço pode te impedir de usar um Apple Watch? Se ela for feita proeminente ou com cores sólidas, é bem provável.

29/04/2015 às 15:22

NightOwl-on-watchuseek-Wristwatch-Tattoo-sw-2012

Passado o furor do lançamento do Apple Watch, a comunidade tech do mundo todo começa a dar suas primeiras impressões sobre o gadget. Em geral, as pessoas estão entrando em um consenso de que o produto não tem lá muito propósito de existir. Exatamente como acontecia com os smartphones assim que eles foram lançados, é bom dizer.

Ainda assim, é complicado perceber que um gadget que resolve pouco ou nenhum problema, começa em vez disso a apresentar problemas. No caso de pessoas tatuadas, deixa evidente ao menos que faltou completude e competência na hora dos testes.

Sim, podem me chamar de chato, mas se tem uma coisa com a qual eu sou cricri é com testes. Existem diversas metodologias no mercado, muitas delas pautadas por conceitos de usabilidade, que pedem que a gente crie perfis diferentes de usuários — também chamados de personas — e que garantem que o produto vai atender a públicos diferentes.

Se quiser saber um pouco mais sobre o assunto, um artigo que eu produzi explorou bastante esse conceito, e você pode baixar o documento à partir deste link.

Bom, acontece que a Apple pecou na hora dos testes do Apple Watch. O produto tem sérios problemas de funcionamento quando o usuário possui tatuagens no pulso, principalmente com cores mais escuras. Ou se você possui cicatrizes aparentes, o que também está impedindo o perfeito funcionamento.

Vários usuários estão reportando que alguma das características mais legais do aparelho simplesmente param de funcionar em seus braços tatuados ou com cicatrizes. Em especial, os sensores na parte de trás do relógio se perdem na leitura.

apple-watch-tatoo-02-fixed

apple-watch-tatoo-03-fixed

Por exemplo: uma tatuagem pode fazer o Apple Watch parar de detectar que ele está tocando sua pele, o que exige que a pessoa tenha que digitar o código de acesso constantemente (caso a detecção de pulso esteja ativada). O sensor de batimentos cardíacos também pode deixar de acompanhar os pulsos do coração por períodos variáveis de tempo.

Isso porque o relógio usa um flash verde que fica piscando, pra detectar o fluxo de sangue e certas cores no braço impedem que essa leitura seja feita com precisão. Em outras palavras, o Apple Watch não sabe se você está vivo, o que também vai impactar o uso do Apple Pay.

Confira abaixo um dos testes, que mostrou as diferenças entre um braço tatuado e outro não tatuado:

Apple Watch - Tattoo-gate!

Aparentemente os problemas variam bastante de acordo com o desenho da tatuagem. No caso de cores sólidas e escuras, você certamente terá dores de cabeça. Cores mais claras ou padrões de desenho fracionados, que se assemelham à cor natural da pele, não apresentam tantos problemas.

O que mais me preocupa aqui é que não se trata de algo que um update de software vá resolver. Aparentemente isso envolve futuras modificações de hardware.

Mas Toad, eu tenho uma tatuagem no pulso. Você está me dizendo que eu não vou poder usar o Apple Watch?

É isso mesmo, já era!!!! Mentira.

A Apple possui uma política de devolução, ao menos nos EUA, que permite que você fique com o produto por até 14 dias. Numa eventual viagem para o país, por exemplo você teria tempo de tirar suas próprias conclusões.

E mesmo no Brasil, você pode testar o produto antes de comprar. Portanto, teste primeiro pra ver se suas tatuagens vão atrapalhar o funcionamento das funções que eu citei. O pessoal da Apple Store é super gente boa e se existe uma característica que podemos evidenciar desses caras é que eles estão sempre dispostos a ajudar.

Se não funcionar em nenhum dos seus pulsos… bom, aí talvez você tenha mesmo que esperar a 2ª geração do Apple Watch que, esperamos, virá corrigindo esses defeitos. Certo Apple? CERTO APPLE?

E esse defeito acontece com pessoas de pele negra?

Algumas pessoas perguntaram isso aqui nos comentários e a pergunta é excelente. Por esse motivo, resolvi responder no post: não, pessoas de pele negra não sofrem com o problema se não tiverem tatuagens ou cicatrizes. Isso porque a adjacência da pele, no caso das cicatrizes, e a pigmentação da tatuagem nas camadas subcutâneas são os fatores que atrapalham o sinal emitido pelo Apple Watch, causando assim o erro de leitura.

Fontes: Geek, The Register e iMore.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários