Meio Bit » Baú » Games » Jogo indie nos colocará no “dia que nunca acaba”

Jogo indie nos colocará no “dia que nunca acaba”

Inspirado por filmes como Feitiço do Tempo, Garbage Day será um sandbox onde poderemos fazer qualquer coisa e se morrermos teremos a oportunidade de viver novamente aquele dia.

22/04/2015 às 14:30

garbage-day

Qualquer pessoa que tenha assistido o clássico filme Feitiço do Tempo deve ter imaginado o inferno que seria acordar pela manhã e descobrir que estava preso no dia anterior, sendo obrigado a repetir infinitamente uma tarefa extremamente irritante, o famoso Dia da Marmota.

Pois um desenvolvedor decidiu transformar esse conceito em um game e criou o Garbage Day, um sandbox em primeira pessoa com um estilo visual muito legal e que nos colocará em uma espécie de armadilha temporal onde poderemos fazer praticamente qualquer coisa, desde simplesmente explorar o cenário até levar o caos à cidade em que moramos, destruindo tudo e matando a maior quantidade possível de pessoas.

Na página do jogo no IndieDB o seu criador afirma que ficaremos surpresos com a liberdade que nos será oferecida e embora possamos apenas gastar nosso tempo testando as variáveis, o objetivo será escapar da inusitada situação causada por um acidente nuclear na usina próxima a nossa casa.

Como voltaremos para a cama sempre que morrermos, um detalhe interessante é que a memória daquilo que fizermos no dia anterior será mantida, o que influenciará nos diálogos e se tal mecânica for bem construída, acredito que poderá gerar situações bastante curiosas e fazer com que o enredo se torne mais profundo, dando algum senso de ação e reação à aventura.

Ainda sem data para ser lançado, no momento o Garbage Day está buscando sua aprovação no Steam Greenlight e embora a violência presente possa acabar se tornando um problema para alguns, se ele conseguir nos entregar algo tão genial quanto o que vimos no Stanley Parable, acho que poderá ser uma belíssima surpresa.

Svajūnas Žemaitis — Garbage Day Greenlight Trailer

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários