Meio Bit » Baú » Games » Twitch, Old Spice e uma inusitada campanha publicitária

Twitch, Old Spice e uma inusitada campanha publicitária

Twitch Plays Old Spice: campanha publicitária colocará espectadores do canal de games no controle de um “homem natural” por três dias.

14/04/2015 às 9:31

old-spice

No ano passado o experimento Twitch Plays Pokémon foi um sucesso absoluto. Apesar do ambiente completamente caótico, a oportunidade de entregar o controle de um game na mão de milhares de pessoas ao mesmo tempo se mostrou uma bela forma de ver como um grande grupo de comporta em prol de um objetivo comum.

Agora o Twitch está testando o formato comercialmente. O primeiro parceiro é a marca de desodorantes masculinos Old Spice, que colocará o controle de um homem comum na mão da internet por três dias.

O projeto, chamado The Old Spice Nature Adventure possui o mesmo formato do TPP: começando quinta-feira e indo até sábado o espectador assumirá o controle de uma pessoa comum, chamada somente de “Nature Man” enquanto ele vaga por uma floresta cheia de elementos estranhos (quem já viu as propagandas da Old Spice conhece isso muito bem). O streaming vai focar nas situações estranhas com que o “jogador” terá que lidar, como árvores falantes e quedas-de-braço com um homem com uma roupa de urso.

A questão aqui é a seguinte: o Twitch Plays Pokémon era essencialmente uma brincadeira, uma experiência para saber se milhares de pessoas seriam ou não capazes de terminar um RPG com todas disputando o controle do personagem. Saiu melhor do que a encomenda, uma mitologia foi criada em torno da jogatina. E claro, outros games da franquia foram disponibilizados depois de Pokémon Red.

Old Spice | Nature Adventure | #twitchplaysoldspice

Neste caso temos uma ação realizada por marqueteiros da Old Spice, que viram no formato uma chance de atingir a audiência jovem masculina do Twitch. Eu tenho sérias dúvidas se isso terá um efeito significativo nas vendas do desodorante, mas é evidente que será algo bizarro e divertido de assistir no mínimo.

Fonte: VB.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários