Meio Bit » Arquivos » Ciência » Blue Origin de Jeff Bezos em breve realizará voos suborbitais

Blue Origin de Jeff Bezos em breve realizará voos suborbitais

Blue Origin, empresa de Jeff Bezos finaliza testes de motor de foguetes; previsão é de primeiro voo suborbital voltado para turismo espacial ainda em 2015

09/04/2015 às 13:30

bf-3-engine

O espaço pode ser a fronteira final, mas para quem tem dinheiro sobrando ele é apenas o próximo desafio a ser superado. Ainda bem, excluindo governos quanto mais gente com grana para queimar e vontade de construir o futuro, melhor para a gente.

Enquanto Elon Musk vai para o lado mais técnico com a SpaceX, Richard Branson prefere explorar os voos subortais comerciais com a Virgin Galactic. Agora, sem muita surpresa o fundador da Amazon Jeff Bezos também pretende entrar na brincadeira de voos com passageiros.

A Blue Origin, empresa aeroespacial vinha realizando suas pesquisas em modo silencioso há algum tempo, mas nesta terça-feira anunciou ter concluído os testes em seu motor BF-3, que é pretendido equipar a espaçonave New Shepard. Se tudo correr bem ela deverá entrar em testes ainda em 2015, designada para voos suborbitais como a Virgin vêm (ou vinha) fazendo.

O diferencial aqui é que o BF-3 é um motor de hidrogênio, e segundo Bezos a iniciativa pretende reduzir os custos dos voos espaciais. Até porque convenhamos, voar a 100 quilômetros de altitude como é o pretendido pela Blue Origin para o New Shepard não custam dois tostões. Abaixo um teste do motor realizado em 2013:

NASAKennedy — Blue Origin Test-Fires New BE-3 Engine

O BF-3 passou por extensivos testes durante anos e mesmo que a Blue Origin tenha dado o sinal verde, ainda não é hora de quebrar o cofrinho: a empresa apenas confirmou que o motor “está pronto para voos comerciais”, mas não deu maiores detalhes de quando teremos mais uma empresa brigando pelos clientes que podem gastar alguns muitos dinheiros para passear pelo espaço.

O acidente da VSS Enterprise foi de fato trágico mas ao contrário da mídia que caiu de pau, ele não vai impedir aqueles que querem ir além dessa bola de lama que chamados de lar. Continuaremos a olhar para o céu e desejando mais. Branson não desistiu, e agora com Bezos entrando na jogada a exploração comercial do espaço poderá em breve voltar aos eixos, se não atingir patamares ainda maiores em bem menos tempo do que o esperado. Torçamos por isso.

Fonte: re/code.

relacionados


Comentários