Meio Bit » Baú » Ciência » Nossos Overlords Insetóides não curtiram muito gravidade zero

Nossos Overlords Insetóides não curtiram muito gravidade zero

Pesquisa científica indica que instinto de exploração das formigas é inibido em ambientes de micro-gravidade. Torcemos para que o Homem-Formiga não precise ir para o espaço sideral!

06/04/2015 às 16:32

Ants

Faz tempo que cientistas fazem experiências com animais no espaço, desde a pobre cadelinha Laika, que morreu cozida quando o sistema de controle térmico do Sputnik II falhou, aos lagartos russos que por um tempo ficaram perdidos no espaço.

Antigamente esses experimentos eram usados para testar se organismos biológicos sobreviveriam em ambiente de microgravidade. Não havia certeza, alguns achavam até que a sensação de queda livre geraria desespero. Hoje as pesquisas são mais direcionadas. Uma delas envolve levar uma colônia de formigas para o espaço, algo que os Simpsons previram brilhantemente:

http://www.youtube.com/watch?v=qnPGDWD_oLEHulu — The Simpsons - Space Chips

A pesquisa atual não pretende descobrir se formigas são capazes de classificar pequenos parafusos no espaço, mas se elas, como uma das espécies mais adaptáveis do planeta, conseguem se adaptar a um ambiente de microgravidade.

O experimento consiste em manter formigas em um ambiente pequeno, esperar que explorem a área. Depois elas são soltas em um espaço maior. Mede-se quanto tempo elas levam para explorar a nova área.

Stanford researcher demonstrates ant experiment conducted in space

O resultado foi surpreendente. As formigas odiaram. Durante todo o tempo entre 7% e 10% delas estavam flutuando. Ao tentar se firmar elas se lançavam no ar, onde giravam sem controle até atingir uma parede ou se agarrar a outra formiga. Quando chegavam a uma superfície sólida, se prendiam e se agachavam, aí mantendo o contato.

Como resultado elas não se animavam a explorar a área, e se moviam muito, muito devagar. A pesquisa completa pode ser lida no Frontiers in Ecology and Evolution.

O mais curioso é que formigas, como todos os insetos vivem num mundo onde gravidade não importa muito. Uma formiga pode cair do equivalente ao Empire State, sacudir a poeira e sair andando. Paredes, tetos, são tão acessíveis a elas quanto para um astronauta, a massa irrisória de uma formiga a torna imune a uma força que ameaça bilhões de humanos, que podem morrer com algo tão simples quanto tropeçar e cair de costas de cabeça no concreto.

Mesmo assim sem a ínfima mas não inexistente gravidade, as coitadas ficam sem prumo. Ou seja: a adaptação delas am ambiente é essencialmente evolucionária, há pouco ou nada que o cérebro de uma formiga possa fazer para lidar com uma mudança radical de meio-ambiente.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários