Meio Bit » Baú » Internet » Facebook transforma Messenger em uma plataforma, com apps próprios

Facebook transforma Messenger em uma plataforma, com apps próprios

Facebook Messenger é transformado em plataforma, contando com seus próprios apps; ferramenta Business permitirá criação de canais entre empresas e clientes

26/03/2015 às 9:31

mark-zuckerberg-facebook-messenger

Quando o app do Messenger foi desmembrado do Facebook no ano passado, a desculpa dada era que Mark Zuckerberg considerava o ato de conversar com seus amigos pelo aplicativo principal da rede social “uma solução de segunda classe”, uma gambiarra. Claro que haviam motivos comerciais por trás, e nesta quarta-feira foram revelados os planos para o app.

Durante a conferência para desenvolvedores F8, Zuck revelou que o Messenger vai virar uma plataforma independente, e contará com um ecossistema próprio.

facebook-messenger-platform-002

Na prática, desenvolvedores poderão criar conteúdo dedicado ao Messenger, na forma de apps e plug-ins para diversos fins: compartilhamento de vídeos, fotos, músicas e GIFs, além de outros usos. A princípio o Messenger contará com 40 apps, que serão disponibilizados na Messenger App Store, dentro do próprio app no botão “Mais” (as reticências) na parte inferior da tela.

Apps como GIPHY (compartilhamento de GIFs), Bitmoji (emojis), Meme Generator e outros como ESPN e Action Movie FX, do estúdio Bad Robot de JJ Abrams. Caso você receba um conteúdo não reconhecido pelo Messenger, será oferecida uma opção para instalar o aplicativo.

facebook-messenger-platform-003

A ideia é tornar as conversas mais ricas e dinâmicas, manter uma base grande de usuários e consequentemente viabilizar a monetização da plataforma. Eu tenho cá minhas dúvidas se boa parte do público vai gostar de ter sua caixa de mensagens atochada de GIFs, emojis, stickers, vídeos, músicas e o que mais vier, mas é claro que existe público para tudo.

Só que essa não é a única novidade para a plataforma: a equipe de Zuckerberg apresentou o Business on Messenger, criado em parceria com a empresa de atendimento online Zendesk. Sua missão é fornecer ferramentas para que empresas criem canais de comunicação mais diretos com seus clientes — pense numa central de atendimento: ao invés de ligar para o SAC o usuário acessaria o Facebook Messenger, tirando suas dúvidas por ali.

fb-messenger-receipt

As aplicações são diversas: suporte técnico, informes promocionais, informações sobre status de uma determinada entrega… embora útil, fica a dúvida de como isso seria posto em prática: empresas teriam que remodelar completamente seus sistemas de atendimento a fim de se adequar ao formato do Facebook.

Isso e outro ponto: não é de hoje que todo mundo reclama do peso dos apps do Facebook, que consomem dados demais. Com tais novidades isso seria agravado e mais: quem garante que a rede social não acessará os dados do Business a fim de oferecer ads relevantes?

Independente disso a novidade não demorará a chegar: os apps do Messenger deverão ser disponibilizados nos próximos dias. A plataforma Business deverá levar mais tempo para ser lançada, mas empresas já podem se inscrever aqui.

relacionados


Comentários