Meio Bit » Arquivos » Internet » Tinder Plus: pra moça é mais barato… já as véia…

Tinder Plus: pra moça é mais barato… já as véia…

Acha que é fácil ser Tio Sukita ou Cougar? Não no Tinder. O serviço Tinder Plus está sendo lançado com diferenciação de preço de acordo com… idade. Se você tem 28 anos ou mais parabéns, é idoso e tem que pagar mais pra paquerar os filezim.

04/03/2015 às 0:01

10914411_992004904163035_1784541570_n

Segmentação de produto é algo que acontece na fase de planejamento mas também pode ocorrer depois, à revelia dos criadores. O Orkut nunca imaginou que sua rede social de brinquedo iria se tornar uma fossa séptica de brasileiros. O Pinterest se tornou um reduto feminino, com mais de 90% do público composto por mulheres.

Isso é… legal. Acontece. Apesar do que sonha a militância você nunca vai achar uma distribuição de gênero 50/50, ou qualquer outro tipo de segmentação.

A única coisa que não é legal é o que o Tinder está fazendo. O app de pegação da moda quer evitar a publicidade negativa do beautifulpeople.com, uma rede social onde só entra gente bonita, mas não querem poluir o serviço com indesejáveis. Ou, para ser explícito, idosos.

O Tinder é um serviço para jovens, mas como não conseguem manter os velhos ao largo com uma interface incompreensível, como o Snapchat, decidiram apelar para o financeiro.

Em Logan's Run a humanidade vive uma distopia onde tudo é lindo e maravilhoso até o sujeito fazer 30 anos. Aí é levado para o Carrossel e desintegrado. Dessa forma a sociedade não precisa gastar recursos cuidando dos idosos. Já o Tinder não tem tanta paciência, então a idade-limite é de 28 anos, no Reino Unido.

O Tinder Plus, a versão premium do serviço custa nos EUA US$ 9,99 ao mês; mas há um porém, um todavia, um entretanto. Se você tiver 30 anos de idade ou mais, será cobrado US$ 19,99 pelo privilégio de paquerar as 9vinhas do Tinder.

sukita

Tá pensando que é fácil ser Tio Sukita?

No Reino Unido entre 18 e 27 anos você paga £ 3,99. De 28 pra cima, £ 14,99.

A única modalidade de negócios que consigo me lembrar no momento que pratica precificação de acordo com idade são os sempre simpáticos e amados planos de saúde, e mesmo eles tem uma justificativa, dado o maior consumo de serviços por parte de idosos.

Já o Tinder eu não sei. Há duas leituras: estão discriminando abertamente os usuários, expulsando via poder econômico os idosos indesejáveis, ou estão capitalizando em cima do interesse da 3ª Idade, que quer acesso ao plantel cheirando a leite, tem dinheiro e disposição para pagar mais por isso.

Como eu abomino esse tipo de app, pra mim tanto faz, mas acho uma pena que em 2015 um serviço se venda como “para jovens”. Isso significa que a Ming-Na Wen, que abre esta matéria terminará seus dias triste e solitária, pois não é bem-vinda no Tinder, do alto de seus 51 anos. Pobre vovó.

Fonte: RC.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários