Meio Bit » Baú » Hardware » Motorola lança Novo Moto E, com 4G e Dual-SIM [UPDATE]

Motorola lança Novo Moto E, com 4G e Dual-SIM [UPDATE]

Motorola apresenta o Novo Moto E: versão com 4G e Dual-SIM será um pouquinho mais cara do que a média dos smartphones de entrada

25/02/2015 às 13:30

novo-moto-e-001

Conforme as informações que vinham circulando nos últimos dias, a Motorola finalmente renovou o último smartphone que faltava em sua linha: o Novo Moto E foi anunciado oficialmente na manhã desta quarta-feira, e ele traz além de melhorias no hardware algumas adições de software presentes até então apenas em seus irmãos maiores.

A Motorola não espera se distanciar de sua proposta original, que é abranger cada faixa de preço e perfil de usuário com um aparelho dedicado. O Moto X é voltado para os que gostam de aparelhos premium; o Moto G é para quem utiliza vários recursos mas não quer gastar muito; o Moto Maxx é indicado para o power user, aquele que faz tudo ao mesmo tempo agora e precisa de uma máquina parruda e com autonomia decente.

Sobra o Moto E, que é seu aparelho de entrada e mesmo ele não é originalmente um smartphone de baixa performance, como muitos lançados pela Samsung por aqui. Claro que ele possui alguns problemas, mas não dá para comparar com um high end. Ainda assim a Motorola julgou que era hora de atualizá-lo, e era importante que ele continuasse a fazer mais com menos.

Dito isso, o Novo Moto E traz uma série de adições interessantes em comparação à sua encarnação anterior. A mais significativa delas é obviamente o suporte à 4G/LTE, o recurso mais esperado e cobrado pela maioria dos consumidores. O display aumentou um pouco, passando a ter 4,5 polegadas mas a resolução foi mantida em 960 × 540 pixels (243 ppi). A RAM foi mantida em 1 GB, o SoC passa a ser um Snapdragon 410 da Qualcomm, um quad-core Cortex-A53 com clock de 1,2 GHz e GPU Adreno 306 e o armazenamento aumentou, dos 4 GB originais para opções com 8 ou 16 GB, com suporte a Micro-SD até 32 GB. A bateria permanece a mesma de 2.390 mAh e obviamente, conta com Dual-SIM e roda Android 5.0 Lollipop.

novo-moto-e-002

novo-moto-e-003

novo-moto-e-004

novo-moto-e-005

A câmera principal não mudou, continua com 5 megapixels e é capaz de filmar em HD a 30 fps, mas foi enfim adicionada uma câmera frontal para selfies, ainda que seja apenas VGA. Mas a maior novidade fica por conta do software: a Motorola incluiu no Novo Moto E o Moto Tela, que exibe hora e notificações na tela bloqueada de modo que você não precisa acionar o aparelho sempre que quiser saber das novidades. Claro, ele não possui sensores como o Moto X ou o Moto Maxx, e a experiência aqui se assemelha ao visto no Novo Moto G.

O modo de câmera fácil, em que chacoalha o aparelho para tirar uma foto também está presente, bem como o Moto Assist, que configura modos específicos de comportamento para quando você estiver em reunião, em casa, dirigindo ou dormindo.

Motorola Mobility — Escolha começar com o novo Moto e.

Aí você pensa: quando custa tudo isso? Bem, sinto informar que colocar 4G no aparelho, somado à alta do dólar acabou por puxar o preço “um pouquinho”: o modelo com 16 GB custará salgadinhos R$ 699, um pouco fora do que chamamos “smartphone de entrada”. O aparelho é acompanhado de três Motorola Shells Bands e estará disponível nos quiosques da Motorola e na sua loja online neste fim de semana. Ainda não há informação dos preços das versões mais modestas, visto que ele também contará com uma variação 3G (que por sua vez utiliza o mesmo Snapdragon 200 da versão anterior, um dual-core Cortex-A7 com clock de 1,2 GHz e GPU Adreno 302).

UPDATE: a Motorola divulgou os preços de todos os modelos:

  • Novo Moto E 3G 8 GB: R$ 569,00;
  • Novo Moto E 4G 8 GB: R$ 649,00;
  • Novo Moto E 4G 16 GB com três Motorola Bands: R$ 699,00;
  • Novo Moto E 4G 16 GB com TV digital e três Motorola Bands: R$ 729,00.

relacionados


Comentários