Meio Bit » Arquivos » Hardware » Segunda geração do Moto E pode contar com 4G

Segunda geração do Moto E pode contar com 4G

Renderização do Novo Moto E sugere que segunda geração do smartphone da Motorola poderá enfim contar com conectividade 4G

24/02/2015 às 13:30

novo-moto-e

A Motorola prometeu que vai revelar um novo produto para o mercado norte-americano amanhã, e muita gente começou a especular o que viria a seguir. Considerando sua linha de dispositivos, se não for um produto novo o mais provável é ela renovar o seu aparelho disponível mais antigo: o Moto E.

Já circulam há algum tempo imagens não-oficiais do que pode vir a ser a segunda geração do smartphone de entrada da Motorola, só que um vazamento recente revelou mais do que o esperado: o aparelhinho finalmente poderá contar com conexão 4G.

No início do mês a rede Best Buy meteu os pés pelas mãos mais uma vez (lembram do Nexus 7 2013?) e mais uma vez listou um aparelho a ser lançado, no caso o novo Moto E. A aparência em si não mudou grande coisa, mas era interessante notar que ele seria oferecido a US$ 99 sem contrato, bem baratinho como ele costuma ser. Nota-se também que ele contará enfim com uma câmera frontal, para a alegria dos adeptos das selfies.

Novas imagens que surgiram na internet entretanto apontam para uma particularidade ainda mais suculenta: a renderização (não é foto de um modelo real, então pode ser que as coisas mudem) mostra um Moto E para a Verizon, e o dito smartphone terá enfim conectividade 4G.

novo-moto-e-4g

Outras características do novo aparelho: o display aumentaria um pouco para 4,5 polegadas, com resolução de 960 x 540 pixels, a RAM saltaria seria mantida em 1 GB, ele ganharia suporte a Micro-SD e por fim um SoC Snapdragon para controlar tudo. Claro, sem falar no Android 5.0 Lollipop com as customizações mínimas da Motorola.

Como tudo está no campo das especulações, será preciso esperar até amanhã para saber o que a Motorola tem em mente, se um novo Moto E ou algum outro gadget. Mas desde já digo que caso seja verdade, um Android de entrada com 4G é algo que muita gente queria há tempos, e há grande potencial num aparelho desse tipo.

Fonte: PA.

relacionados


Comentários