Meio Bit » Baú » Áudio e vídeo » Amazon mira em mais um mercado: o cinema

Amazon mira em mais um mercado: o cinema

Amazon entra de cabeça no cinema: meta é lançar até 12 filmes por ano e disponibilizá-los pouco tempo depois em sua própria plataforma de streaming

20/01/2015 às 11:01

transparent

Jeff Bezos realmente não está contente em “apenas” estar presente no mercado de vendas, notícias (com a aquisição do Washington Post) e distribuição de conteúdo através de seus gadgets: ele quer que a Amazon seja também uma grande produtora de conteúdo próprio, sejam jogos mobile ou séries e agora, também filmes.

O anúncio de ontem revela que a Amazon vai investir pesado n o cinema, seja produzindo ou adquirindo produções e lançar pelo menos 12 filmes por ano. Claro que a intenção principal é o plano que oferece vantagens exclusivas a seus assinantes mas de um modo geral, a companhia espera dar uma boa injeção de novidade no cenário dos serviços de streaming.

Atualmente leva de 39 e 52 semanas para um filme ser disponibilizado em plataformas como Netflix, Hulu e etc. A ideia é encurtar esse espaço ao máximo, oferecendo o filme a seus assinantes entre quatro e oito semanas após sua estreia. Claro que a princípio o conteúdo será exclusivo e muito provavelmente não estará disponível para o consumidor brasileiro (não temos Amazon Prime aqui), a não ser no caso de ser veiculado em diversas salas do país.

A verdade é que a Amazon não está sozinha nesse esforço de tentar aproximar o cinema dos serviços de streaming: O Tigre e O Dragão 2 chegará simultaneamente às salas e ao Netflix, embora o acordo valha a princípio somente lá fora. Saindo da tela grande para a pequena, ambos serviços de streaming foram premiados no Globo de Ouro, com Transparent abocanhando dois prêmios (melhor série de humor ou musical para a TV e melhor ator em série da mesma categoria para Jeffrey Tambor) e Frank Underwood Kevin Spacey levando a estatueta de melhor ator de série de drama, mas aí tudo correu conforme o plano.

Atualmente a Amazon Studios produz 13 séries para a TV. No que diz respeito aos filmeso plano é investir em produções pequenas, com orçamentos entre 2 e 5 milhões de dólares. Isso pode excluir filmes com toneladas de efeitos especiais mas dá a chance para que vejamos mais (e bons, quem sabe?) filmes com temáticas diversas que não teriam muita chance em grandes estúdios. Roteiros ela tem de sobra, em 2012 foi revelado terem recebido mais de 10 mil desde a abertura do estúdio, em 2010.

Fontes: AT e THR.

relacionados


Comentários