Meio Bit » Baú » Ciência » Gol da Alemanha (e estranhamente do Brasil): uma Mega-Torre científica na Amazônia

Gol da Alemanha (e estranhamente do Brasil): uma Mega-Torre científica na Amazônia

Imagine uma torre grande. Nível Orthanc, de fazer qualquer terrorista babar. Agora imagine o lugar mais remoto possível pra ela. Avance mais uns 50 km. Na Amazônia, Brasil e Alemanha construíram uma estrutura mais alta que a Torre Eiffel para monitorar atmosfera e clima, é ciência de primeira, dando de 7 × 1 em qualquer outro projeto existente (too soon?).

15/01/2015 às 12:18

tower-of-the-amazon-5

Isso que você está vendo é uma torre. A estrutura mais alta da América Latina, com 325 metros de altura, mas não transmite Big Brother. é o Amazon Tall Tower Observatory, ou Observatório Amazônico de Torre Alta. Fica a quase 200 km de Manaus, e é cercado por quatro torres menores.

O objetivo é estudar a emissão de CO2, o ecossistema da floresta, radiação, metano, aerosol e vários outros parâmetros que, medidos do nível do chão não dão resultados realistas.

O projeto, de US$ 9,9 milhões está sendo bancado 7 × 1 meio a meio entre Brasil e Alemanha. Do lado de lá o Instituto Max Planck, do lado de cá a Universidade de Manaus e o INPA, o Instituto Nacional de Pesquisas do Amazonas.

tower-of-the-amazon-10

A Torre, maior que a Eiffel, é projeto antigo. para dar uma idéia a verba foi liberada em 2009. E só deve ficar 100% pronta em dezembro. Deste ano, prometem.

Ela é importantíssima para entendermos a dinâmica da floresta e o fenômeno do aquecimento global, aquela coisa em que nosso glorioso ministro da ciência e tecnologia não acredita.

tower-of-the-amazon-8

Os dados da Torre serão enviados via satélite, e serão disponibilizados para qualquer cientista interessado, em regime de Open Data, assim espero. Quem diria, com essa são duas boas notícias sobre ciência no Brasil em 2015.

Fonte: Twitter do INPE. Nah, mentira, eles obram e andam pra ciência dos outros. Vi no Russia Today.

relacionados


Comentários