Meio Bit » Arquivos » Indústria » Samsung pretende enxugar o TouchWiz no Galaxy S6

Samsung pretende enxugar o TouchWiz no Galaxy S6

Modo São Tomé ativado: Samsung está trabalhando para a partir do Galaxy S6 tornar o TouchWiz tão fluido quanto o Android puro

14/01/2015 às 11:00

galaxy-note-4

Todo mundo odeia o TouchWiz, isso é um fato. Também é verdade que a Samsung não pretende abandonar sua interface de customização do Android nem sob decreto, por mais que os usuários protestem.

Só que tudo tem um tempo e lugar, e parece que o bichinho da razão enfim mordeu o pessoal da empresa sul-coreana: se tudo correr bem o Galaxy S6 será o primeiro device da companhia a trazer uma versão repaginada do software, mais leve e ágil.

A Samsung sempre fez uma customização pesada em seus dispositivos Android, e o grande problema repousa no fato que o TouchWiz nunca foi uma camada decentemente aplicada, mesmo nos dispositivos de ponta. Pesada e cheia de penduricalhos que faziam os smartphones e tablets parecerem uma penteadeira de dama que troca favores por dinheiro, ela sempre comeu um espaço considerável em devices que nunca tiveram muitos GBs livres para o usuário; vide o que ocorreu com o Galaxy S4 e o S5.

A repercussão negativa em torno dos dois casos mexeu com os brios da Sammy, isso é um fato inquestionável. Isso e as piadas em torno do Band-Aid, que custaram o cargo do então líder de design Chang Dong-hoon. Isso, aliado à falta de inovação e a evolução dos concorrentes levou a companhia sul-coreana a ser sumariamente ultrapassada, resultando em uma crise nunca vista pela empresa que era até então líder com folga do mercado de smartphones.

Resultado: três executivos top rodaram no último mês, e os engenheiros de software estão enfim trabalhando em algo que deveria ter sido posto em prática há anos: enxugar o TouchWiz. De acordo com fontes internas, a meta é apresentar já no Galaxy S6 “uma interface tão fluida quanto a vista no Nexus 6”. Isso quer dizer que a Sammy está disposta a cortar muita coisa desnecessária e deixar seus devices os mais próximos possíveis de aparelhos com Android puro.

Não há entretanto a menor possibilidade de vermos um software completamente puro com customizações mínimas como a Motorola vem fazendo, a ideia é manter o TouchWiz live and kicking por tempo indefinido. Ao menos o sacode que a empresa levou em 2014 serviu para que acordassem e visem que estavam ficando para trás, e assim procuraram corrigir onde erraram mais. Se vai dar certo só o tempo dirá, pelo menos vão dar um jeito em sua customização pra lá de defasada.

Fonte: BK.

relacionados


Comentários