Meio Bit » Baú » Internet » Disney patenteia site de buscas sem pirataria

Disney patenteia site de buscas sem pirataria

E a Disney inventou um mundo maravilhoso onde os sites de busca não listam mais sites com pirataria, sacanagem ou conteúdo indevido relacionado com os produtos deles. Quer dizer, eles patentearam a idéia, se alguém vai implementar são outros 500…

05/11/2014 às 7:30

81J89zWaVsL

Quando o DVD começou a mostrar sinais de cansaço, dois formatos disputaram a vaga, o HD-DVD e o Blu-ray. Em um gesto absolutamente estúpido a Sony decidiu que o Blu-ray era bom demais para se misturar com a gentalha dos filmes educativos. Proibiu o licenciamento da tecnologia para veiculação de Pr0n. Eu pronunciei a morte do Blu-ray por causa disso. Por sorte alguém mais sensato lembrou que já haviam pisado na bola com o Betamax, a proibição foi removida e o Blu-ray hoje é o patrão de direito e de fato.

A Apple foi bem criticada quando proibiu apps de safardanagem no iOS, mas hoje vejo que faz sentido. O que não falta na internet é safadeza, não ter apps XXX equivale a você não querer que as visitas coloquem o Blu-ray de Oh Rebuceteio! para tocar na sua sala. Não impede que assistam de outras formas em outros lugares. Complicado seria se o Safari do iOS proibisse acesso a esse tipo de conteúdo.

A Disney por sua vez acha que consegue mudar o núcleo da internet, e patenteou um modelo de site de buscas que no mínimo mostra que eles vivem no Maravilhoso Mundo da Fantasia.

Segundo a idéia do pessoal do rato, um site de busca não mais usaria os algoritmos de relevância atuais, baseados entre outras coisas em visitação e links, mas uma espécie de Índice de Autenticidade. Assim o site oficial da Disney sempre teria mais autoridade sobre os personagens da empresa do que a Wikipédia, por exemplo.

Conteúdo considerado ilegal — e aí apelam para as cartas da pedofilia e das drogas — seria banido, com reputação zero, bem como material violando copyright, pois segundo eles as pessoas querem o conteúdo legítimo. Correto, faz sentido, SE ele estiver disponível e de forma razoável, tipo Netflix.

Pra Disney a idéia é excelente, pois além do material pirateado, qualquer outro conteúdo não agradável aos olhos da empresa seria classificado como “não-autêntico” e banido. Digamos assim, você não aprenderia a cartar sobre tortas, se dependesse deles:

Fonte: TF.

AFCOranges — Family Guy - It's a Wonderful Day for Pie

Felizmente é uma idéia que tem chance zero de ser aceita por quem quer que seja, sites de busca vivem de links, e no momento em que se tornam chapa-branca, perdem a utilidade. O próprio Google faz aquela sacanagem gostosa de quando o resultado envolve páginas removidas via DMCA ou ordem judicial, dão um link para… a lista de páginas removidas.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários