Meio Bit » Baú » Internet » Google contra a pirataria nos resultados de buscas

Google contra a pirataria nos resultados de buscas

21/10/2014 às 15:00

google-piracy-001

A gente sabe, tudo o que você quer encontrar, legal ou não está no Google. Basta um pouquinho de paciência e fazer as perguntas certas que qualquer conteúdo pode ser facilmente localizado. A grande reclamação dos detentores dos direitos autorais, a saber as indústrias da música e cinema foi o fato do motor de busca de Mountain View retornar os resultados, e indexar novos domínios quase na mesma velocidade que os remove via solicitações ou mandados. Só que isso está para mudar.

Para entrar de acordo com a MPAA, RIAA e cia limitada, o Google vai reforçar seus algoritmos de modo a evitar de todas as formas que "notórios" sites de compartilhamento de conteúdo ilegal apareçam nos resultados de buscas. Não só isso, Mountain View também vai remover sugestões do autocompletar que façam menção a downloads de filmes e outros conteúdos piratas. Mesmo que o usuário solicite especificamente que deseja encontrar uma mídia digitando as palavras-chave "free", "download", "watch online" e similares, o motor não só não exibirá sites piratas como apresentará sugestões de consumo legal - links para serviços como Netflix, Vevo, Spotify, Amazon e Google Play (óbvio), entre outros.

google-piracy-002

Não para por aí. Ao realizar uma pesquisa sobre um determinado artista, o painel à direita que retorna informações da Wikipedia já linkará resultados dos serviços mencionado acima, como forma de incentivar o usuário a correr atrás dos meios legais e evite baixar conteúdo com copyright de forma ilegal.

O Google anunciou que só em 2013 atendeu 224 milhões de pedidos de remoção de links com base na DMCA, então para a empresa isso não só é um movimento para se adequar à pressão da indústria como uma forma de aumentar os lucros dos serviços legais, inclusive o seu próprio que também distribui filmes e músicas. Enquanto que sites e serviços alternativos continuarão existindo, o Google caminha para um cenário onde sites que compartilham material pirata apareçam cada vez menos nos resultados de busca, até sumirem de fato.

Fonte: ET.

relacionados


Comentários