Meio Bit » Baú » Hardware » Samsung prevê quedas nos lucros de até 60% no 3º trimestre

Samsung prevê quedas nos lucros de até 60% no 3º trimestre

Concorrência com Apple e Androids baratos (principalmente na China) derrubam números da Samsung; lucro líquido do 3º trimestre será 59,6% menor

07/10/2014 às 10:31

samsung-2014

E a Samsung não terá um Natal tranquilo ao que tudo indica. Segundo uma nota da própria companhia sul-coreana, a crescente concorrência no mercado de smartphones, seja pela Apple ou por outros fabricantes em mercados emergentes vai derrubar vertiginosamente seu lucro líquido no terceiro trimestre de 2014: o resultado operacional será quase 60% menor que no último período.

A Sammy já imaginava que os resultados para o atual trimestre não seriam dos melhores, mas os números excederam qualquer previsão: o resultado operacional fechará o terceiro trimestre em US$ 3,83 bilhões, contra US$ 6,72 bilhões do último período. Isso significa uma redução de cerca de 57% nos lucros da companhia em um período de apenas três meses. Não obstante, as vendas também caíram cerca de 20,5%.

O mais engraçado é que o grande culpado nem é a concorrência, mas a própria Samsung. Tudo bem que ela perdeu um processo para a Apple e está batendo cabeça com a Microsoft por conta de patentes do Android, e precisamos lembrar que a companhia está perdendo espaço na China e outros mercados emergentes para fabricantes como Huawei e Lenovo, que lançam aparelhos cada vez melhores e mais baratos - algo que a Samsung ainda não aprendeu a fazer. O problema maior é estratégico: os números das vendas aumentaram, mas a companhia está gastando demais com marketing e com isso, está cortando as margens de lucro dos dispositivos mais baratos. Em contrapartida seus aparelhos de ponta nunca estiveram tão caros - em alguns casos superando até a Apple -, enquanto concorrentes conseguem apresentar produtos equivalentes e até mesmo melhores por preços bem mais em conta, vide o novo Moto X.

Embora a Samsung seja uma companhia que fabrica praticamente de tudo, a maior parte de seu lucro vem da divisão mobile, e ela enfrenta problemas de gestão não é de hoje. A estratégia de atirar em todo mundo deu certo por um tempo, até outras empresas, principalmente vinda da China dominarem o Android e surgirem com opções baratas e de melhor qualidade que os robozinhos pé-de-boi da Sammy. Na área premium, embora as linhas S e Note ainda atraiam muita gente, é fato que eles não são mais a última palavra em Android, principalmente entre o público que prefere experiência pura e obviamente odeia o TouchWiz. E enquanto ela tenha sido a primeira a investir pesado nos smartwatches, bastou um Apple Watch, um Moto 360, um LG G Watch R e um passo errado para todo mundo esquecer de seus relógios espertos.

Eu acredito que a Samsung posa vir a se recuperar, mas não será fácil. Inovar ela sabe, isso ou não teríamos monitores transparentes. Ela precisa se focar mais em desenvolvimento, oferecer produtos baratos melhores e não atochar o mercado de smartphones de entrada ruins, forçando artificialmente o consumidor a partir para a linha top caríssima. Pois agora a concorrência não dará mais moleza.

Fonte: ST.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários