Meio Bit » Arquivos » Internet » Yahoo! vai matar o Yahoo! (não, você não leu errado!)

Yahoo! vai matar o Yahoo! (não, você não leu errado!)

Após 20 anos no ar, diretório de sites do Yahoo! (o produto original da companhia) será descontinuado no fim de 2014

29/09/2014 às 9:30

yahoo-directory

Lá pelos idos de mil, novecentos e guaraná de rolha (para ser preciso, em 1994) Jarry Yang e David Filo, dois graduandos de Stanford criaram um índice para facilitar as buscas de sites na internet. Naquele tempo, em que a rede era movida a carvão e ninguém conhecia os endereços de praticamente nada (a net só chegou com pompa e circunstância no Brasil no ano seguinte), um diretório de sites como o "Jerry and David's Guide to the World Wide Web" era uma mão na roda. Posteriormente o serviço mudou de nome para Yahoo!, anagrama para "Yet Another Hierarchical Officious Oracle".

Agora, como parte de seus esforços recentes para fazer a faxina e eliminar serviços desnecessários, a empresa anuncia que seu produto original será descontinuado.

Numa época em que motores de busca não eram lá tão conhecidos e não possuíam os melhores algoritmos, o Yahoo! se tornou rapidamente uma tremenda mão na roda e com isso cresceu de forma exponencial, se valendo da Bolha da Internet do fim dos anos 90. Ela foi uma das poucas que sobreviveram e por conta disso conseguiu se tornar gigantesca, mas muitos se enganam ao pensar que o Yahoo! foi desde sempre um concorrente do Google. Serviços de busca em tempo real como o AltaVista e o Google só se tornariam proeminentes anos depois, e o Yahoo!, assim como o brasileiro Cadê? (que foi comprado pela mesma depois) se propunham a serem repositórios da web com grandes listas de sites, catalogados e organizados.

Em verdade o Yahoo! foi durante muitos anos cliente de Mountain View: seu serviço de busca disponibilizado em 2000 usava resultados do Google; a empresa só introduziu um motor próprio, muito provavelmente utilizando o que aprendeu com o algoritmo PageRank em 2004. Levou seis anos para o Yahoo! introduzir uma ferramenta mais dinâmica de busca de sites e mais quatro para efetivamente desenvolver um produto próprio que rivalizasse com o Google. Ainda assim, o diretório foi mantido por mais uma década.

Não mais. A CEO Marissa Mayer vem conduzindo ferozes cortes de serviços desnecessários desde que assumiu a companhia (mais de 60 em dois anos), e o acordo anunciado no meio do ano com a Microsoft vai em 2015 efetivamente matar o Yahoo! Search, pois ele passará a exibir resultados do Bing. Da mesma forma o diretório encontrará seu fim em 31 de dezembro, o que leva à inevitável piadinha do título. Ainda que fosse como se o Google fechasse o buscador, a verdade é que a criação de Larry Page e Sergey Brin é o ganha-pão da empresa, respondendo por mais de 90% de suas finanças. Já o diretório do Yahoo!... bem, ele estava lá, mas quem realmente se lembrava dele?

Fonte: AT.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários