Meio Bit » Baú » Internet » Engenheiros de hardware se desdobrando pra atender demanda do Facebook

Engenheiros de hardware se desdobrando pra atender demanda do Facebook

Engenheiros de hardware que trabalham nos datacenters do Facebook relatam sua luta diária por suprir a alta demanda gerada pela rede social.

25/09/2014 às 8:00

photo-51

Engenheiros são obrigados a inventar soluções criativas para atender a alta demanda gerada pelas redes sociais.

Existem algumas maneiras bem consolidadas de fazer as coisas quando se trata de engenharia de computadores e na maior parte do tempo os engenheiros simplesmente seguem estas regras porque não há muito sentido em ficar se debatendo contra elas. Francamente, pelo que me dou conta, a maioria nem mesmo pensa nessas regras. Parece que as coisas não são tão claras assim quando se trata de algo na escala do Facebook. O TechCrunch visitou o laboratório de hardware da rede social do Sr. Zucke e conversou com o diretor geral de engenharia, Matt Corddry, para tentar entender como as coisas são feitas em uma escala tão grandiosa.

Desde que o Facebook começou a construir muito do hardware que eles usam, os engenheiros puderam ter a liberdade de reimaginar como as coisas são feitas. E quando você faz equipamento na escala do Facebook, isso significa ser criativo. “Nós entendemos nossos desafios, custos, ambiente operacional e necessidades muito melhor do que qualquer consultoria externa e podemos focar e nos especializar naquilo que realmente importa para o Facebook”, disse Corddly.

O diretor também explicou que eles encorajam o pensamento crítico e o trabalho interdisciplinar entre os engenheiros. Eles descobriram, por exemplo, que quando os engenheiros trabalham juntos, em vez de isoladamente, coisas interessantes acontecem. Colocar engenheiros de servidores, de armazenamento, de bancos de dados (e muitos outros) em contato direto e sem barreiras elucida maneiras novas e criativas de solucionar velhos problemas.

Outra coisa interessante que eles fazem e que muitas empresas, inclusive fabricantes de hardware não fazem, é levar seus engenheiros para conhecer onde o equipamento que eles projetam será usado e como ele é mantido.

Quando você vê alguém tendo que remover 6 (ou até mesmo 16) parafusos para trocar um disco rígido e essa pessoa precisa fazer isso milhares de vezes todos os anos, você começa a pensar que deve existir um jeito mais fácil.”

Tem muitas outras revelações legais na matéria original (em inglês) para quem gosta de integração de hardware e engenharia.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários