Meio Bit » Baú » Hardware » Google cancela programa Android Silver antes do lançamento

Google cancela programa Android Silver antes do lançamento

Informes indicam que o Android Silver, programa para incentivar a adoção do robozinho puro em dispositivos de ponta foi cancelado antes mesmo do lançamento

18/09/2014 às 13:30

android-silver

Há alguns meses circularam informações de que o Google estava preparando um novo plano para não só aumentar o controle da plataforma Android como promover novos e melhores dispositivos mobile, principalmente para quem desejava um smartphone com poucas customizações mas não queria um Nexus: o chamado Android Silver consistia num conjunto de diretrizes para os fabricantes em troca da divisão dos custos de desenvolvimento e marketing de novos aparelhos, a fim de deixar todos felizes.

Só que segundo novas informações apuradas pelo The Information, o plano foi cancelado antes mesmo de ver a luz do dia.

O Android Silver funcionaria da seguinte forma: o Google bancaria parte dos custos do desenvolvimento e divulgação de novos smartphones de ponta, em troca da fabricantes minimizar ao extremo as customizações e inclusões de bloatwares, e permitindo que o usuário se livrasse delas de forma simplificada. Seria um meio termo entre a linha Nexus, se aproximando mais do que Mountain View realiza hoje com o programa Google Play Edition: ao invés de pegar um dispositivo premium e oferecê-lo com Android puro, os custos seriam divididos desde o projeto, o que poderia resultar em smartphones premium com excelente performance e baratos. É como se cada fabricante passasse a contar com seu próprio Moto X, já que o processo de desenvolvimento seria bem similar.

Só que as coisas começaram a desandar quando o CBO do Google Nikesh Arora saiu da companhia em julho rumo ao Softbank, o que levou ao congelamento do plano por tempo indeterminado já que ele era o principal responsável pelo Android Silver. Agora, fontes internas dizem que o Google decidiu por exterminar o programa de vez. Mesmo o plano Google Play Edition já não anda com tanto gás: este ano apenas dois aparelhos foram lançados no plano, o primeiro Moto G e o HTC One M8, e todos os outros dispositivos anteriores (Galaxy S4, HTC One, Sony Xperia Z Ultra e LG G Pad 8.3) já foram retirados.

Por que isso acontece? Provavelmente devido à resistência dos fabricantes. A Samsung, por deter uma boa fatia do lucro do Android não precisaria disso. LG e Motorola, bem como a Sony também não estariam tão propensas a aderir ao plano e abrir mão de sua identidade própria (questionável) no Android. Com exceção da linha Moto (embora não se saiba o que será dela daqui para frente), todos customizam o robozinho, introduzem suas próprias soluções e dificilmente se sentiriam propensas a entrar num programa em que todos os aparelhos seriam iguais em termos de software.

Por outro lado o programa Android One, que visa a introdução de aparelhos baratos e puros parece ter dado mais certo do que o Silver, até porque dispositivos de entrada não são uma vitrine tão atraente assim.

Fonte: TI.

relacionados


Comentários