Meio Bit » Arquivos » Cultura » Documentário russo confunde pôster do Team Fortress 2 com propaganda da 1ª Guerra

Documentário russo confunde pôster do Team Fortress 2 com propaganda da 1ª Guerra

Ao criar documentário sobre como os Estados Unidos usam a propaganda para enganar seus cidadãos, russos utilizam pôster do Team Fortress 2 e dizem que ele foi vinculado durante a Primeira Guerra Mundial.

08/09/2014 às 13:00

É impressionante como as outras mídias parecem adorar confundir material de games com o mundo real e os últimos a cometerem tal deslize foram os produtores de um documentário russo.

Exibido no Channel One, o vídeo tinha como intenção mostrar como o governo norte-americano usa a propaganda para influenciar o povo e em determinado momento pôde ser visto um cartaz que teria sido criado pelos ianques na Primeira Guerra Mundial e que ao lado da ilustração de um suposto alemão, traz a afirmação de que “Soldados comem bebês. Isso é um fato.

O que os responsáveis pelo documentário provavelmente não sabiam é que tal pôster na verdade foi criado por um sujeito conhecido como TankTaur e que o objetivo era participar de uma competição de artistas relacionada ao Team Fortress 2. team-fortress-2 Como o tema era fazer cartazes que lembrassem as propagandas vinculadas na guerra, acho que podemos dizer que ele foi bem sucedido.

O curioso é que uma parte do texto diz justamente para nos juntarmos à equipe Demoman, o que aparentemente foi ignorado por aqueles que reuniram material para o programa, que vejam só, em uma época em que as relações entre Estados Unidos e Rússia andam bastante estremecidas, acabou parecendo uma ótima maneira de vender aos russos uma imagem do inimigo que não é verdadeira. Pelo menos não neste caso.

Mesmo não valendo especificamente para esta situação, com os gráficos dos games se tornando cada vez mais reais é até natural que essas confusões aconteçam e para alguém que não está familiarizado com a indústria, o ArmA 2 pode muito bem parecer parte de um conflito ou mesmo a Síria atual ter uma carinha de Damasco do Assassin’s Creed, no entanto, isso não ameniza a gafe e mostra que recorrer ao Google Images nem sempre é a melhor saída.

http://youtu.be/HI4SrQSdbJQ

Fonte: PCGamer.

relacionados


Comentários