Meio Bit » Baú » Ciência » Traficantes dificultando a vida da Tesla na Georgia

Traficantes dificultando a vida da Tesla na Georgia

Donos de concessionárias no estado norte-americano da Geórgia estão tentando expulsar a Tesla Motors e impedir que veículos como o Model S e o utilitário Model X cheguem ao mercado.

04/09/2014 às 9:15

Tesla_Model_S_Indoors_trimmed

O novo Tesla S.

Qualquer transformação que tenha que ocorrer em uma industria ou ramo de negócios firmado há tanto tempo quanto a industria automotiva vai gerar controvérsia, gritos e ranger de dentes por todos os lados. Tentar transformar a industria automobilística em algo “limpo”, mexe com muita, mas muita gente. Vamos ignorar aqui o fato de que a maior parte da “energia limpa” usada nos carros elétricos nos Estados Unidos provém de usinas termoelétricas queimando combustíveis fósseis, o que tornaria toda essa discussão inócua, apenas pelo bem da zoeira.

A Tesla já enfrentava problemas em vários estados como Missouri, New Jersey, New York, Ohio e Pennsylvania por causa da forma como eles vendem os seus veículos, diretamente para o consumidor final. Os Traficantes Automotivos, ou seja, donos de concessionárias tradicionais, não gostam nada disso, então é hora da Georgia engrossar o caldo nessa briga. A Associação de Traficantes Automotivos da Georgia está entrando com uma ação, em nome dos seus associados, para revogar a licença de venda da Tesla e impedir que ela seja renovada a qualquer custo.

A Associação se queixou ao que seria a Secretaria da Receita Estadual da Georgia, dizendo que a Tesla já teria vendido 173 veículos no estado, superando os seus 150 veículos permitidos. Certo, vamos parar pra pensar um pouco. Você leu certo, CENTO E SETENTA E TRÊS carros. Nos Estados Unidos. O que tem de errado com os nossos amigos traficantes de carros, afinal?

O problema, obviamente, não são os poucos carros vendidos, isso não enche nem o pátio de algumas concessionárias no Brasil, imagine nos EUA. O problema é o modelo de negócios que a Tesla está levando a cabo. Vender direto para o consumidor tira completamente os traficantes de carros da jogada. E se a moda pega? E se as outras montadoras resolvem pegar carona no bonde e forçam a mudança das leis que obrigam que os veículos sejam vendidos através de um intermediário, o nosso querido traficante de veículos?

Toda mudança gera trauma, resistência e farpas de todos os envolvidos, mas pela minha perspectiva (o de f#dido que só quer pagar menos pelo carro), os traficantes são apenas atravessadores que se aproveitam para ganhar dinheiro as custas do consumidor, sem agregar valor nenhum a sua própria atividade.

E sim, eu passei o post todo chamando os revendedores de traficantes só de sacanagem.

Fonte: AT.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários