Meio Bit » Baú » Internet » Índia torna ilegal dar like em blasfêmias

Índia torna ilegal dar like em blasfêmias

Se você estiver na Índia, tenha cuidado ao compartilhar “blasfêmia” no seu Facebook: quem curtir, pode ser preso!

26/08/2014 às 10:30

ganesh

Existe um fenômeno interessante, todo mundo já presenciou isso com os pais (você não, Bruce). Douglas Adams definiu perfeitamente:

1 — Qualquer coisa que já existia no mundo quando você nasceu é normal, comum e parte natural de como o mundo funciona.

2 — Qualquer coisa inventada entre seus 15 e 35 anos é nova, excitante e revolucionária, e você provavelmente pode seguir carreira relacionada a ela.

3 — Qualquer coisa inventada depois de seus 35 anos é contra a ordem natural das coisas.

A internet é o melhor exemplo, pois abrange tudo isso, basta olhar à sua volta e você verá gente deslumbrada, gente completamente blasé e gente DESESPERADA com a destruição dos valores e dos costumes da boa família que a Grande Rede está trazendo.

Imagine quando você junta esse efeito cronológico com sociedades profundamente estruturadas, repletas de regras, tradições e controles religiosos, como a Índia. O resultado é sempre confuso e risível, para quem está de fora. Vira uma espécie de esforço conjunto para enxugar gelo debaixo de uma peneira para proteger do Sol.

Foi o que aconteceu na região de Karnataka. A Inspetoria de Polícia publicou o seguinte aviso:

Tweet

Isso mesmo. Compartilhar ou mesmo clicar em LIKE de material que “magoe os sentimentos religiosos” é considerado ilegal. Você sabe, coisas terrivelmente ofensivas como os SuperBestFriends:

south-park-super-best-friends-depiction-of-muhammad

As Leis contra perseguição religiosa existem para evitar que sinagogas sejam queimadas, santas sejam chutadas, terreiros sejam despejados e mesquitas alvejadas por drones, mas hoje em dia elas se tornaram uma forma de censura generalizada. O ato de criticar se torna equivalente a perseguir, mesmo que o autor da crítica não tenha poder nenhum nem pregue qualquer ato violento.

Ao não entender como funciona a internet as autoridades indianas estão caindo no ridículo: querer controlar quem dá like em um post de Facebook, quem faz um RT vai além dos devaneios mais loucos de George Orwell. Claro, a Índia tem policiais ociosos de sobra, e falo só dos que deveriam estar investigando os casos de estupro, mas mesmo assim é absolutamente inviável praticar esse nível de controle social.

Pior: não é uma Lei que não vai dar em nada. a Índia está criando tradição de prender gente por bobagens postadas na internet, mesmo sem viés religioso.

Fonte: MN.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários