Meio Bit » Baú » Áudio e vídeo » Ouya une-se à Xiaomi para levar sua plataforma para a China

Ouya une-se à Xiaomi para levar sua plataforma para a China

Acordo entre a Ouya e a Xiaomi tornará a plataforma de games digital presente nas Smart TVs e set-top boxes da companhia chinesa em breve

22/08/2014 às 13:00

ouya

O Ouya está numa espiral descendente intensa. Outrora uma sensação, com o tempo os jogadores começaram a ver que a proposta do console Android enquanto plataforma fechada não era lá tão atraente assim. As vendas foram minguando e os desenvolvedores não tem se mostrado muito satisfeitos com isso.

Uma das alternativas para manter o Ouya vivo seria desprender a plataforma do console, transformando-a numa loja de jogos presente em diversos dispositivos. E agora a empresa dá o primeiro passo nessa direção ao fechar uma parceria com a Xiaomi, embora a princípio isso só beneficie a China.

A ideia é introduzir o Ouya no mercado asiático como uma plataforma de games digital, estando presente nos set-top boxes e Smart TVs com Android da companhia do ex-Google Hugo Barra, como a segunda geração da Mi TV, modelos com vários recursos e preço bem competitivo (embora seja improvável que os aparelhos em questão saiam da China). Atualmente a Xiaomi é a segunda maior vendedora de smartphones do país, já que ela foi recentemente superada pela Lenovo. E como os games do Ouya foram pensados para funcionar com controles, é de se esperar que em breve outras fabricantes de televisores e set-top boxes possam distribuir a loja digital em seus aparelhos.

A CEO da Oyua Julie Urhman acredita que a loja digital estará disponível nos aparelhos da Xiaomi até o fim do ano. A empresa chinesa se comprometeria também a ajudar no marketing da plataforma, o que leva a crer que o app virá pré-instalado nas TVs e set-top boxes. Com isso, basta ter um joystick compatível e o jogador poderá ter acesso ao acervo do console, que se combinado com a oferta de pagar US$ 60 por todo o acervo do Ouya durante um ano, entregará logo de cara mais de 800 games.

Caso a parceria dê certo, não seria difícil ver o Ouya presente não só em outras marcas de TVs, mas também como uma loja dentro do próprio sistema do robozinho, mais precisamente na Android TV. Isso tornaria a loja digital muito mais visível no ocidente, embora acredito que a estratégia atual seja abraçar o mercado asiático onde eles não são tão presentes. De qualquer forma, eu gostaria muito de ver o Ouya vivo, independente do console de mesa continuar existindo ou não.

Fonte: R.

Leia mais sobre: , , , , , , , .

relacionados


Comentários