Meio Bit » Baú » Games » Demissões afligem a Sucker Punch, estúdio de Infamous

Demissões afligem a Sucker Punch, estúdio de Infamous

Sony confirma que onda de demissões atingiu a Sucker Punch Productions, estúdio responsável pelas série Sly Cooper e inFamous

21/08/2014 às 11:30

infamous-first-light

E a crise continua fazendo mais vítimas. Depois de vários funcionários começarem a tuitar mensagens alegando que haviam sido dispensados, a Sony confirmou publicamente que uma onda de demissões atingiu a Sucker Punch Productions, o estúdio responsável pelas franquias Sly Cooper e Infamous.

As demissões ocorreram dias antes da Sony lançar inFamous: First Light, o standalone de Second Son, ambos exclusivos do PS4. A Sony confirmou as demissões, embora não tenha esclarecido quantos colaboradores receberam o desagradável cartão azul. Na nota oficial a Sony se limita a agradecer o esforço dos funcionários demitidos, desejando a eles boa sorte daqui para frente.

Não se sabe o que causou as demissões na Sucker Punch, entretanto por se tratar de uma subsidiária da SCE Worldwide Studios, é bem possível que isso seja consequência dos inúmeros cortes e demissões que a Sony vem fazendo nos últimos meses. O Santa Monica Studio também passou por demissões, tendo inclusive um projeto cancelado. O SCE London Studio (responsável por Driveclub, Killzone e o Playroom) foi outro estúdio afetado com demissões, e isso sem contar a venda da linha Vaio, de sua sede nos Estados Unidos, de seu antigo QG em Tóquio, local onde a empresa nasceu... afinal, a empresa fechou o ano fiscal de 2013 com um prejuízo de US$ 1 bilhão.

Na ocasião do anúncio da venda da Vaio, a Sony declarou que ao todo 5.000 funcionários espalhados por todas as suas divisões iriam rodar, portanto era de se esperar que mesmo dando lucro, a divisão de games não sairia incólume. A empresa está tentando de todas as formas controlar seu sangramento e diminuir despesas cortando mão-de-obra sempre é a forma mais rápida de atingir esse objetivo num primeiro momento. Por isso, é bem provável que mais gente de outros estúdios percam seus empregos, tudo para que a Sony consiga ao menos respirar sem se preocupar com perdas. É triste, mas é assim que o mundo funciona.

Fonte: IGN.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários