Meio Bit » Baú » Fotografia » Strike Cam — equipamento para Phishing, mas no bom sentido

Strike Cam — equipamento para Phishing, mas no bom sentido

Da série idéias ótimas só que não, chega a Strike Cam, uma câmera que você prende em sua vara de pesca chumbada e grava em 480p imagens submarinas, mostrando a hora em que o peixe idiota morde a isca.

30/07/2014 às 18:03

pescafatal

Eu admito pra quem quiser ouvir que pescaria é uma atividade que se resume a uma vara com um idiota em cada ponta, mas nem por isso deixo de ter saudades do tempo em que ficava horas esperando Darwin escolher o peixe mais idiota e fazer com que ele mordesse a isca. No final só pegava Marias-Da-Toca e espécies menores. Tudo bem, eu ODEIO peixe, talvez esse fosse o grande motivo que me fazia pescar. Mesmo assim, é um hobby que eu gostaria de ter tempo para praticar.

Já quem leva a sério mesmo sofre quando ninguém acredita nas histórias daquele enorme que escapou. Eu sei como é. Uma tainha de 780 kg morde o anzol, você passa horas tentando trazer à tona e quando ela está quase sendo arrastada pra praia, a linha arrebenta. Pior, não tem ninguém para registrar e você passa por mentiroso, como esse cara passaria, ao dizer que pegou um peixe-gigante na unha.

SEUS PROBLEMAS ACABARAM (a menos que você seja um peixe tímido)!

strikecam

O nome desse negócio é (d'oh!) Strike Cam, e não serve, como aparenta, para eletrocutar peixes, e sim fazer imagens deles em seu momento de maior estupidez. Assim mesmo quando o Nemo fugir, você terá a expressão de desespero dele se debatendo em seu anzol. Veja:

Strike Cam Lake Mead

Agora a parte ruim: como todo mundo que já pescou sabe, perde-se chumbada toda hora. Se for região de pedras, o anzol VAI enganchar, e aí você vai ter que recolher a linha com o fiofó na mão, sabendo que se ela arrebentar no lado errado sua câmera vai pro espaço como um satélite da Agência Espacial Brasileira. Pior: o Strike Cam custa US$ 189,00. Portanto prepare-se pra mergulhar desesperado, se o pior acontecer.

Fonte: UC.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários