Meio Bit » Baú » Games » Grupos indígenas querem usar os games para divulgar suas culturas

Grupos indígenas querem usar os games para divulgar suas culturas

Após chamar a atenção da grande mídia com o jogo Never Alone, título que abordará o folclore do Alasca, estúdios estão sendo procurados por representantes indígenas para que os ajudem a espalhar suas culturas.

25/07/2014 às 14:30

never-alone

Previsto para ser lançado nos próximos meses, o jogo Never Alone ganhou uma certa atenção da grande mídia e um dos principais motivos para isso não foi a sua bela direção artística ou a jogabilidade que misturará quebra-cabeças com plataformas, mas sim a sua temática.

Produzido pela Upper One Games e pela E-Line Media, o jogo abordará o folclore indígena do Alasca, nos colocando para acompanhar a aventura da pequena Nuna e sua raposa do ártico, numa história com enorme potencial para nos marcar.

Pois foi ao perceber o interesse das pessoas no título que diversos grupos indígenas passaram a procurar desenvolvedores com a intenção de utilizar os jogos eletrônicos para contarem suas histórias, o que fez com que os estúdios e a Cook Inlet Tribal Council criassem a World Games, iniciativa que planeja dar voz à essas culturas.

Isso realmente ressoou ao ponto em que outras culturas se aproximaram de nós,” revelou Sean Vesce, o diretor criativo da E-Line. “De uma perspectiva criativa, poder trabalhar em algo que tenha este tipo de efeito em pessoas fora dos games é realmente especial.

Segundo o game designer, tem sido surpreendente notar a quantidade de pessoas que se interessam por temas indignas e que até o momento, eles já foram procurados por representantes de nativos do Havaí, Azerbaijão e Sibéria.

Como alguém que sempre adorou conhecer histórias de outros povos, torço muito para que esse pessoal obtenha sucesso e siga por este caminho, mas acho uma pena pensar que muitas pessoas ainda acham que os games não podem ser uma ótima ferramenta de disseminação cultural.

Fonte: Polygon.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários