Meio Bit » Baú » Games » Sony dará jogos e códigos de PS+ pelo crash da PSN em 2011

Sony dará jogos e códigos de PS+ pelo crash da PSN em 2011

Hora de seguir em frente: Sony aceita acordo e vai oferecer games, códigos da PS Plus e dinheiro a usuários de contas US lesados na queda da PSN em 2011

24/07/2014 às 16:01

psn-001

A Sony com certeza gostaria de esquecer o ano de 2011. O ataque hacker à PSN, que deixou a rede fora do ar por quase um mês e comprometeu os dados de usuários (inclusive informações de cartões de crédito) foi um duro golpe sofrido pela empresa, muito em represália ao que aconteceu com George Hotz, hacker que havia quebrado a trava do PS3. No fim das contas dados de 77 milhões de usuários em todo o mundo foram roubados, o que gerou uma tremenda dor de cabeça para todo mundo.

Agora a justiça dos Estados Unidos decidiu que a Sony deve mais a seus usuários, e a obriga a oferecer mais brindes a todos que foram de alguma forma lesados.

Quando a PSN voltou, a empresa ofereceu o plano chamado “Welcome Back”, oferecendo um pacote de games para todos que ficaram quase 30 dias sem poder acessar suas contas e/ou tiveram seus dados comprometidos. Agora, a Corte Distrital do sul da Califórnia aprovou de forma preliminar um acordo quanto ao ataque hacker, fixado em US$ 15 milhões de dólares divididos em games para PS3, PSP, temas, meses de PS Plus e dinheiro vivo.

Funciona assim: se você tinha uma conta US na época do ataque e não aproveitou o Welcome Back, pegando os games a que tinha direito poderá escolher duas das seguintes opções: um game de PS3 ou PSP de um total de 14 títulos (entre eles Dead Nation, inFamous, LittleBigPlanet, Super Stardust HD, LittleBigPlanet para PSP, ModNation Racers, Patapon 3 e Killzone Liberation), três de seis temas de PS3 ou três meses de PS Plus. Quem aproveitou o Welcome Back só poderá escolher uma opção. Porém há um limite: 6 milhões serão reservados a quem não aproveitou o “Welcome Back” e 4 milhões para quem já pegou seus games; o restante do valor será distribuído em códigos da PSN. Portanto os games só estarão disponíveis até que os valores sejam atingidos.

Além disso, clientes da Sony Online Entertainment receberão um crédito de US$ 4,50 e suas carteiras, ao passo que usuários que comprovarem que foram lesados devido ao vazamento de dados sensíveis estão sujeitos a receber indenizações de até US$ 2,5 mil. Entretanto, como se trata de uma ação judicial é mais certo que a Sony só seja compelida a cumprir o acordo com aqueles que moram nos Estados Unidos, embora fosse mais fácil aplicar o benefício a todos que possuíam contas US na época.

Em nota, a Sony ainda rejeita a responsabilidade pelo ataque, mas diz que resolveu aceitar o acordo como forma de “seguir em frente”. A empresa ainda alega que os responsáveis jamais foram identificados e que os dados de cartão de crédito não foram comprometidos.

Fonte: CVG.

relacionados


Comentários